Cultivando

 Clima

 Um clima sub-tropical seco e quente é ótimo. Seu alcance crescente é bastante largo, entre 30 ° -45 ° laterais. As amêndoas não gostam de umidade excessiva. Esta cultura é mais resistente a condições secas do que outras árvores de folha caduca. As amêndoas podem ser cultivadas sem irrigação com baixo rendimento. É uma política aceita para adicionar irrigação suplementar, onde a precipitação anual é inferior a 500 mm. As amêndoas requerem menos unidades frias do que outras árvores decíduas, mas variam de uma variedade para a outra. A maioria das variedades requer 300-500 unidades frias. As condições de frio são um problema sério para as amêndoas, que florescem no início da primavera. As flores sofrem danos a -2 ° C, e os brotos vegetativos de -4 a -6 ° C.

 

 Solo

 

 O pH ideal é 7.0-8.5

 As amêndoas crescem em todos os tipos de solo, incluindo solos calcários e pouco profundos.

 

 Variedades

 

 Variedades de cascas duras: Texas, Buttei

 Variedades de cascas macias: Thompson, Carmel, Rudy

 Variedades de cascas regulares: Missão da Califórnia Neplus, grego, Marcona, Hanatziv, Um-el-Fahem, Be'eri. 

 Obs.: existem variedades de amêndoas amassadas e amêndoas amargas.

 

 Berçário

 

 É comum as mudas de enxerto no viveiro (como com pêssegos).

 A plantação está no final da estação adormecida, antes de florescer.

 As mudas são plantadas com raízes expostas.

 

 Espaçamento das árvores

 No passado, os pomares não eram irrigados e o número de árvores por hectare era baixo - 140 árvores / ha, com 7-10 m entre as fileiras. As variedades de polinização foram plantadas a cada quarta linha.

 Atualmente, o espaçamento das fileiras é de 4-6 m com 400 árvores / ha.

 Há também uma abordagem inovadora onde as árvores são plantadas a cada 2-4 metros devido ao seu curto período de vida.

 

 Irrigação

 

 As árvores devem ser irrigadas apenas no ponto em que são sensíveis ao estresse. No entanto, se a quantidade de água é insuficiente para as necessidades da árvore, é necessário encontrar o estágio certo em que a redução da água prejudique menos.

 

  • Irrigação por déficit

 A estratégia de irrigação pode influenciar não só o rendimento atual, mas também o rendimento da estação seguinte. É possível planejar a irrigação em pomares por vários anos. Esse plano deve ser flexível de acordo com as condições prevalecentes. Em amêndoas, é importante aplicar irrigação total no início da primavera, durante o enchimento da semente, e também é importante para os rendimentos a longo prazo. Nas variedades iniciais de amêndoas e variedades de primavera, é possível reduzir seriamente as quantidades de água para as árvores a partir de meados de junho por dois meses.  As variedades posteriores podem ser resistentes ao estresse durante os dois meses anteriores à colheita. Este método reduz o peso do kernel em cerca de 10%, mas resulta em redução considerável na separação do invólucro. A renovação da irrigação duas semanas antes da colheita melhora a separação da concha.

 

  • Sistema de irrigação por gotejamento

 

 A irrigação por gotejamento é recomendada da seguinte forma:

 Pomares mais antigos com espaçamento tradicional: 2 laterais por linha;

 Jovens pomares: 1-2 laterais por linha, dependendo do tipo de solo;

 Distância recomendada entre gotejadores: 0,5 m

 Taxa de descarga: 1,6-2,3 l / h

 Frequência de irrigação: a cada 2-3 dias, de acordo com o tipo de solo e desenvolvimento ou estágio fenológico.

 Uniram Como é nossa solução universal para aplicações em superfície e SDI. O Uniram CNL e HCNL são necessários se a Nutrição de pulso for selecionada.

 

 Aplicação de fertilizante:

 Durante a preparação do solo: 400-600kg / ha, P2O5 600-700 kg / ha, K2O dependendo dos resultados do teste do solo.

2 kg de boro deve ser adicionado conforme necessário. Durante os anos um, dois e três, 30, 60 e 90 gramas N por árvore em conformidade.

 

 Principais doenças:

 Alfabeticamente: agrobacterium tumefaciens - podridão marrom (monilinia sp.), Cercospora circumscissa, deplodea sp., Nemátodos - podridão de carvalho (amillaria), polystigma ochraceum, pytophthora - ferrugem na fruta de pedra (tranzchelia discolor), folha de prata (chondrostereum purpureum), verticilium Spp.

 

 Principais pragas:

 Alfabeticamente: brachycaudus amygdaliana, capnodis tenebonis, cerambyx dux, eccoptogster amygdaly, eurytoma amygdaly, lymantria destituta, lyonetia lerkella, meloidogyne spp, ácaros, sem-fim de laranja (amyelois transitella), perneiro (anarsia lineatella).

 

 Proteção contra geadas:

 

 Devido ao início da brotação, particularmente as flores, as amendoeiras podem facilmente ser prejudicadas por geadas iniciais ou mesmo por uma geada sazonal tardia. À luz destes dados, recomenda-se que um sistema de proteção contra gelo seja instalado. O sistema recomendado é o uso de micro-sprinklers SuperNet para cada árvore. Taxa de irrigação 3,5 mm / h.

 

 Tratamentos de árvores:

 A poda padrão é em forma de vaso para permitir uma melhor penetração de luz e radiação. Não é necessário diluir flores. Todas as flores atingem o conjunto de frutas e a maioria delas é coletada.  Normalmente é recomendável não cultivar o solo. As ervas daninhas ao longo das fileiras devem ser tratadas com herbicidas, enquanto que entre as fileiras elas devem ser segadas.  Alternativamente, é possível cultivar uma cultura intermediária nesta área, principalmente leguminosas.

 

 Estação de crescimento:

 

 Botões abertos no final do inverno - início da primavera. Os botões florais abrem antes das folhas.  O tempo de florescimento difere ligeiramente de acordo com a variedade e dura cerca de duas semanas. O fruto se desenvolve de meados de julho a agosto. No final deste período, abre-se o caderno verde. O invólucro interno completa seu desenvolvimento 100 dias após o florescimento. O tempo de colheita é de meados de agosto a meados de setembro. As folhas caem em outubro a novembro e as árvores entram em dormência.

 

 Colheita:

 

 Depois que a casca exterior de toda a fruta abriu. É aceitável usar um agitador de árvore.

 

 Rendimentos

 Os rendimentos médios são de 1,0-2,0 t / ha.

Amêndoa
Prunus dulcis
Flor da Amendoeira

Amêndoa
Prunus dulcis

Amêndoas !! Para Que Serve e Propriedades

 

 Prunus dulcis, popularmente conhecida como amendoeira, amêndoa-de-coco, amêndoa-durázio e amêndoa-molar, é uma árvore de folha caduca da família das  Rosáceas.

  Esta árvore viceja nos climas temperados, predominante nos países mediterrâneos.

 A amendoeira apresenta porte médio e minúsculas flores de cores rosadas e brancas. Os frutos por ela produzidos trazem em seu interior sementes que parecem pequenas pedras. A amêndoa propriamente dita é justamente esta semente; ela é revestida por uma delgada pele de coloração castanha, mas em seu interior é de cor creme, e é protegida por uma casca resistente.

 Amêndoas são extremamente nutritivas, sendo ricas em fibras, proteínas, vitamina E, magnésio vitamina B2, fósforo, entre outros nutrientes importantes para a saúde. Além de ser extremamente saudável, é um alimento fácil de adicionar na dieta, pois pode ser consumido de diversas maneiras: inteira, ralada, como farinha, óleo, leite e manteiga.

 O número de benefícios da amêndoa, mesmo de uma pequena porção, é surpreendente. Ela tem propriedades que são muito efetivas na perda de peso, auxilia o corpo contra as doenças mais temidas e ainda é uma fonte potente e saudável de energia.

Os principais benefícios da amêndoa:

1- Colesterol na medida certa

 

 Apesar de ser rica em gordura, a amêndoa é uma grande aliada para quem precisa diminuir o nível de colesterol ruim (LDL). Ela aumenta o colesterol bom (HDL) que retira moléculas de gordura do sangue. Ao fazer isso, diminui o risco de ataques cardíacos.

 Um estudo publicado no jornal da Associação Dietética Americana explica que a amêndoa é tão importante para quem precisa diminuir o nível de colesterol ruim porque ela é a maior fonte de vitamina E disponível na natureza. Outro estudo descobriu que 42 gramas de amêndoas por dia baixam o LDL em 5,3 mg/dl, mantendo o HDL. Além disso, elas ainda evitam que o LDL oxide, o que causa problemas no coração.

 

 

2- Diminui as chances de desenvolver câncer

 

 As amêndoas são boas para prevenir qualquer tipo de câncer, pois elas são uma grande fonte de antioxidantes que neutralizam os radicais livres e ajudam a recuperar as células danificadas.

 Elas ainda são especialmente efetivas contra o câncer de cólon pois, de acordo com os pesquisadores da Universidade da Califórnia, elas auxiliam a passagem da comida pelo órgão. O Centro Nacional de Câncer americano realizou diversas pesquisas que mostram a importância de uma dieta rica em fibras (como as amêndoas) para reduzir o risco de câncer de cólon.

 

 

3- Retarda o envelhecimento da pele

 

 Surpreendentemente existem também os benefícios da amêndoa para a pele. Esses antioxidantes também têm propriedades que protegem a pele contra o estresse oxidativo e cria uma proteção mais efetiva contra os raios UV, prevenindo o envelhecimento precoce. A maior parte dos antioxidantes estão na casca, então não descarte-a.

 A vitamina E presente nas amêndoas também protege as proteínas de colágeno e elastina que “cola” as células de sua pele e a deixa livre dos danos dos radicais livres. O colágeno e a elastina são essenciais para uma pele firme, jovial e sem rugas.

           

Farinha de amêndoas

4- Aumenta a saciedade e ajuda a emagrecer

 

 Este é um dos benefícios da amêndoa mais desejados e que as pessoas menos têm conhecimento. Por serem ricas em proteína, fibras e gordura não saturada, as amêndoas aumentam muito a sensação de saciedade. Comendo uma pequena porção, as pessoas se sentem satisfeitas mesmo comendo poucas calorias e baixíssimos níveis de carboidrato.

 Um estudo realizado com 137 participantes durante quatro semanas, mostrou que consumir 43 gramas de amêndoas por dia diminui a fome consideravelmente. Os resultados foram publicados no Jornal Europeu de Nutrição Clínica em 2013.

 Apesar das amêndoas serem ricas em gordura, estas são gorduras saudáveis. Além disso, elas são famosas por contribuir com o metabolismo. Pesquisas mostraram que aqueles que comem amêndoas pelo menos duas vezes por semana têm 31% menos chance de ganhar peso em comparação com aqueles que nunca comem.

 

 Um outro estudo publicado no Jornal Internacional da Obesidade e Distúrbios de Metabolismo mostra que uma dieta de baixas calorias enriquecida com amêndoas é muito mais efetiva na perda de peso do que uma dieta com a mesma quantidade de calorias, mas com carboidratos complexos.

 Uma boa opção para quem quer emagrecer é usar amêndoas como lanche. Compre barras de cereais que contenham amêndoas ou opte por um mix de “nuts”.

5- Fazem bem para o coração

 

 Assim como outras sementes, amêndoas diminuem os riscos de doenças do coração. Isso acontece porque o alimento é uma incrível fonte de gorduras insaturadas, proteína, potássio e antioxidantes. Elas ainda são uma boa fonte de ácido fólico e vitamina E e diminuem o nível de homocisteína – fatores importantíssimos para a saúde das artérias.

 Uma pesquisa da Universidade de Tufts provou que os flavonoides da casca das amêndoas também diminui o risco das doenças cardíacas. Elas ainda ajudam a reduzir a presença e o impacto de proteínas C-reativa que causam inflamações nas artérias.

Amêndoeiras Florindo

6- Elas ajudam o cérebro a permanecer saudável

 As amêndoas são uma rica fonte de muitos nutrientes essenciais para a saúde cerebral e são muito importantes para crianças em fase de crescimento. Por conter riboflavina e L-carnitina, nutrientes que potencializam a atividade cerebral e criam novas conexões neurais, as amêndoas reduzem o risco de Alzheimer. Estudos mostram que consumir amêndoas periodicamente traz benefícios para o sistema nervoso como um todo

 Como se não bastasse, as vitaminas B6 e E desaceleram o envelhecimento das células do cérebro que causam problemas de memória. Já os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6, presentes nas amêndoas, contribuem com os processos intelectuais, e o magnésio fortifica os nervos presentes no cérebro.

7- Ajudam a fortificar ossos e dentes

 O ômega 3 também tem propriedades benéficas para os ossos, porque ele aumenta a absorção de cálcio e deixa os ossos mais fortes ao melhorar a síntese de colágeno

 Apenas 92 gramas de amêndoas fornece 24% da quantidade de cálcio que o corpo precisa por dia.  Como se não bastasse, elas ainda são uma boa fonte de magnésio e fósforo, que também são importantes para a saúde dos ossos e dentes e para evitar a osteoporose.

 

 

 

8- Muito mais energia

 Como se não bastassem todos os benefícios da amêndoa, ela ainda tem uma grande quantidade de calorias de qualidade, com nutrientes que ajudam a converter essas calorias em energia durável. A presença do manganês, cobre e riboflavina aumenta a produção de energia e acelera o metabolismo. Se você está precisando de energia extra e não quer se encher de gordura ruim e açúcares, aposte nas amêndoas.

Veja outros beneficios

 

Diminui os Danos no Cabelo:

Seja caspa, perda de cabelo, cabelos secos ou coceira no couro cabeludo, amêndoas podem ajudar a resolver muitos dos problemas de seu cabelo.

 

Elas são ricas em nutrientes amigos do cabelo, como vitamina E, biotina, manganês, cobre, bem como essenciais ácidos graxos. Todos estes nutrientes são essenciais para o crescimento saudável do cabelo.

 

O zinco, em amêndoas, promove a renovação das células. Na verdade, a deficiência de zinco frequentemente contribui para queda e perda de cabelo.

 

Além de comer amêndoas, você pode melhorar a textura do seu cabelo, bem como saúde total através da aplicação de óleo de amêndoa pelo menos duas vezes por semana.

 

Você pode até mesmo massagear o couro cabeludo com óleo de amêndoas misturado com óleo essencial de lavanda para reduzir a perda de cabelo, evitar pontas duplas e reduzir a caspa.

 

Evita a Constipação:

Como as amêndoas são ricas em fibra, ajudam a tratar, bem como prevenir a constipação.

 

A fibra promove a fácil passagem do alimento através do sistema digestivo. Além disso, você precisa beber muita água para ajudar a digestão e manter seus movimentos intestinais regulares.

 

Outro fato importante é que os alimentos fibrosos, como amêndoas, também reduzem o risco de câncer de cólon.

 

As amêndoas são boas para tratar azia, também devido ao seu teor de óleo elevado que acalma e neutraliza o ácido do estômago.

 

Simplesmente coma quatro ou cinco amêndoas diariamente para manter a sua digestão e movimentos intestinais regulares.

 

 

Previne Problemas Congênitos:

Mulheres grávidas podem desfrutar das amêndoas, pois ajudam a prevenir problemas congênitos em seus bebês.

 

A quantidade elevada de ácido fólico em amêndoas ajuda no crescimento de células saudáveis e formação de tecido, que são importantes para o crescimento saudável do feto.

 

O ácido fólico ajuda a reduzir os defeitos do tubo neural (DTN), incluindo a espinha bífida e anencefalia, em bebês recém-nascidos.

 

Se você está grávida, não se esqueça de incluir amêndoas em sua dieta para ajudar seu bebê a se desenvolver corretamente e reduzir o risco de defeitos congênitos que podem afetar a vida do bebê imensamente.

A Amêndoa melhora a Capacidade Intelectual:

Amêndoas também são consideradas um dos melhores alimentos para seu cérebro.

 

A vitamina E das amêndoas ajuda a prevenir o declínio cognitivo, aumenta o estado de alerta e preserva a memória com melhor funcionamento.

 

Além disso, elas são uma boa fonte de zinco, um mineral que pode proteger as células do cérebro de danos dos radicais livres.

 

A vitamina B-6 das amêndoas auxilia o metabolismo com proteínas, que são necessárias para o reparo da célula cerebral.

 

Elas também contêm fenilalanina, que ajuda a prevenir a doença de Parkinson e também aumenta a produção de produtos químicos do cérebro como dopamina e adrenalina.

 

Estes produtos químicos são vitais para a atenção e memória e melhoram suas habilidades de resolução de problemas.

 

Para aumentar a memória e estimular a mente, coma um punhado de amêndoas por dia.

Qual a quantidade de amêndoas que se deve comer por dia?

 

 A quantidade de amêndoas, e em geral de frutas secas, a ser consumida por dia, não deve exceder os 30-35 gramas, o que corresponde a cerca de 15-20 amêndoas (dependendo do tamanho). Ultrapassar esta quantidade significa fornecer muitas calorias ao corpo. O melhor é consumi-las com as peles que parecem conter muitas substâncias antioxidantes.

 

 Estes são os valores que têm mostrado o máximo de benefícios em vários estudos sobre o consumo de frutas de casca rija, especialmente os feitos para avaliar a redução do colesterol e os triglicérides em doentes com hipertensão ou síndrome metabólica.

 

                                                                   CONTRAINDICAÇÕES

 Embora as frutas de casca rija possam parecer inofensivas à primeira vista, não devemos nos esquecer porém, que também neste caso há contraindicações e casos em que elas não são recomendadas. Se você sofre de cálculos renais ou de cálculos biliares, você precisa consumir amêndoas com moderação, pois frutas secas, de casca rija e outros alimentos ricos em oxalato, podem agravar a situação. Também àqueles que sofrem de herpes, as amêndoas não são recomendadas devido à presença do aminoácido arginina que pode promover a replicação do vírus.