Características

Cultivando

 

Solo: areno-argiloso, profundo, solto, permeável, bem drenado e pouco ácido;

Clima: de preferência ameno, mas pode ser encontrado em regiões de clima tropical de altitude, subtropical e temperado;

Área: hortas em pequenos canteiros;

Colheita: de três meses a 100 dias depois do transplante;

 

1- Escolha O Local Para A Plantação De Tomate

 

 Para que a sua plantação de tomate seja bem sucedida um dos pontos primordiais é saber o local adequado para realizar o cultivo. Esta planta não suporta frio ou calor extremo, logo, é necessário escolher uma região com temperaturas entre 16°C e 27°C, abaixo ou acima disso o tomate pode ficar muito frágil e acabar morrendo.

 

 O ideal é que o local selecionado para a plantação receba luminosidade plena, pelo menos, 4 horas por dia, que é um fator essencial para favorecer o crescimento do tomateiro. Além disso, o solo deve ser fértil e bem drenável, pois a planta não se adapta aos terrenos argilosos, que absorve a água, mas não drena, causando o encharcamento e o apodrecimento da raiz.

 

2- Cuidados Com O Solo Para Plantar Tomate

 

 Antes de fazer a semeadura do tomate é preciso cuidar do solo para receber a plantação. Comece fazendo a limpeza do local, removendo todos os resíduos que estão visíveis no campo superficial. Se o terreno recebeu outro plantio há poucos meses, é recomendado ará-lo para moer todos os restos, acelerar o processo de decomposição e convertê-los em substrato orgânico.

 

 Na sequência, faça a calagem do solo para corrigir a acidez, basta revirar a terra e acrescentar calcário. Dessa maneira, os níveis de magnésio e manganês serão estabilizados, favorecendo o crescimento da planta. Para se prevenir, também é indicado aplicar pesticida, pelo menos um mês antes para evitar o aparecimento de pragas que podem vir a danificar a plantação de tomate.

 

 

3- Adquira As Sementes De Tomate

 

 Para dar início à plantação de tomate é necessário adquirir as sementes. Basicamente, todas as diversidades se dão bem com as condições climáticas brasileiras, você deve escolher o tipo de acordo com a finalidade que o fruto terá. Por exemplo, para consumo in natura, pode-se selecionar as sementes de tomate cereja, tomate-italiano e tomate chucha.

 

 Nesta etapa, pode-se adquirir as sementes ou as mudas envasadas de tomate, esta segunda opção dá menos trabalho para o cultivo, visto que o processo de germinação já ocorreu. No entanto, tem-se que tomar cuidado na hora de transferir as plantas para não “machucá-las” e prejudicar o seu desenvolvimento.

 

4- Faça A Semeadura Do Tomate

 

 Independentemente de você ter escolhido sementes ou mudas de tomate, o processo de semeadura tem que ser feito após o inverno, logo no início da primavera, visto que a planta não tolera o frio em excesso. Primeiramente, abra covas com 30 cm de profundidade e 15 cm de largura, em seguida deposite as sementes ou mudas, feche-as com 2 camadas de terra. Cubra as plantas com uma lona até brotarem e atingirem 10 cm de comprimento.

 

 Após os tomateiros chegarem ao tamanho indicado pode-se retirar a lona, permitindo que eles passem a receber a incidência direta dos raios solares e luminosidade, que são essenciais para promover o crescimento saudável da planta.

 

5- Irrigue A Plantação De Tomate

 

 Os tomateiros devem receber água em quantidade controlada para se desenvolverem. Portanto, irrigue a plantação de tomate 3 vezes por semana com intervalo de um dia, de modo a manter o solo sempre úmido. Porém, é preciso tomar cuidado para não encharca-lo e comprometer o seu desenvolvimento. Quando os frutos nascerem, a irrigação pode ser reduzida para 1 vez por semana.

 

 O sistema de irrigação pode ser relativamente caro, pois é necessário passar por toda a plantação de tomate, porém, é absolutamente necessário, não desperdice sua colheita por causa desse investimento.

 

6-Tratos Culturais Do Tomate

 

 Os tomateiros crescem rapidamente, devendo ser cultivados sob tutoramento, que consiste em amarrar a planta em uma vara ou cerca, com uma corda fina, em formato de X. A amarradura não deve ficar muito forte, pois do contrário pode esmagar a planta. O tutoramento tem que ser feito a cada 15 dias.

 

 Devido ao fato de apresentar um crescimento acelerado, os tomateiros podem apresentar brotos laterais, que podem ser arrancados para não desestruturá-los. Também é recomendado acompanhar o terreno para analisar se estão aparecendo ervas daninhas, sendo necessário eliminá-las para não prejudicar o cultivo.

 

7 – Colheita Da Plantação De Tomate

 

 O tempo da colheita da plantação de tomate depende do cultivar (tipo escolhido), ou seja, da diversidade plantada. Geralmente, este processo pode ser feito 8 semanas após o plantio. Para colher os tomates você terá de retirá-los do pé, cortando o cabo.

 

 Tome cuidado para retirar os tomates do pé, pois, caso machuque os tomates, provavelmente não conseguirá vende-los, o que é um prejuízo direto e que, dependendo da quantidade, irá retirar seu lucro.

 

 Toda plantação de tomate precisa de um acompanhamento de “perto”, ou seja, mantenha-se atento ao desenvolvimento, embora tenha-se um prazo de aproximadamente de 8 semanas para ficar pronto, isso dependerá de inúmeros fatores, assim, é dever do produtor descobrir o momento em que os tomates estão prontos para ser colhidos.

Tomate
Solanum lycopersicum

Tomate
Solanum lycopersicum

Tomate, um fruto Versátil!

 

 

   Há quem pense que o tomate é típico da Itália, mas ele é proveniente da América do Sul, tendo sido descoberto na civilização Inca, mais especificamente no Peru, onde eram cultivadas espécies selvagens. Mais tarde o tomateiro se expandiu pelo mundo, inicialmente sendo utilizado como planta ornamental nos jardins, pois era considerado venenoso pelos europeus, passando a ser utilizado para fins culinários apenas em meados do século XV pelos italianos.

 

  No Brasil, o tomate passou a ser consumido e cultivado a partir da colonização dos portugueses. A planta tem o nome científico de Solanum Lycopersicum, pertencendo à família Solanaceae, a mesma das pimentas, pimentões e berinjelas, o que lhe caracteriza como uma planta espermatófita, ou seja, que o fruto nasce a partir da flor.

 

    O Tomate é uma fruta que também é considerado um vegetal e é amplamente utilizado na fabricação de uma ampla variedade de pratos. Ele é usado em pratos vegetarianos, bem como em não vegetarianos em todo o mundo, e também para lanches, pizzas, saladas, etc. Ele foi apresentado ao mundo por exploradores espanhóis, e, desde então, ganhou enorme popularidade em todas as regiões do mundo.

Confira agora os Benefícios do Tomate para Saúde

 

   Para Pele Brilhante: Como os Tomate têm um alto teor de água, eles funcionam perfeitamente como alimentos de enchimento. O Tomate, com o seu teor de água, hidrata a pele e mantê-la saudável e brilhante.

 

   Para Prevenir Doenças Oculares: As vitaminas, tais como a vitamina A, complexo B, flavonoide, tiamina, folatos, niacina, etc, também estão presentes no Tomate que ajudam a curar doenças de pele e dos olhos.

   Para o Coração: Rico em potássio, com cerca de 237 mg de potássio, é útil para controlar a frequência cardíaca e também prevenir doenças cardíacas e derrames.

   Para Pressão Alta: O Tomate, com uma potente carga de minerais e nutrientes, ajuda o nosso corpo da pressão alta e colesterol alto.

 

 

   Para os Ossos e Dentes: O Tomate é rico em cálcio, que tende a melhorar a resistência óssea e a formação de osso no corpo. É também benéfico na manutenção dos dentes num estado saudável.

 

 

   Para Proteger Contra os Radicais Livres: Alguns de seus flavonoides antioxidantes, como licopeno e zeaxantina, são os mais conhecidos pelos especialistas de saúde por seu comportamento contra os radicais livres.

 

 

   Como Anticancerígeno: Esta fruta vermelha é um dos alimentos mais ricos em licopeno, substância que impede a oxidação das células da próstata, e seu crescimento anormal. Portanto, todo homem deveria comer tomate diariamente e aproveitar suas propriedades anticancerígenas.

 

  Mas é importante lembrar que o licopeno é mais presente no tomate vermelho que no verde, e também que ele é mais bem absorvido pelo corpo quando comemos o tomate frito ou cozido, e acompanhado de um pouco de azeite. Ou até mesmo o molho de tomate pode ser mais nutritivo que ele cru.

   Para Os Músculos: O tomate é uma fonte naturalmente rica em proteínas, o que é bom para a reparação celular e construção muscular.

 

 

   Possui Baixa Caloria: O Tomate contém nutrientes básicos, como 4 gramas de hidratos de carbono, 1 grama de proteína, 18 calorias e 0 gramas de gordura saturada. Este vegetal pode ser comido em boas quantidades, devido à uma menor taxa de caloria.

 

 

   Para Reduzir o Colesterol: As sementes de Tomates não têm colesterol. Desta forma, as sementes do Tomate não adiciona colesterol à sua dieta. As sementes de Tomate são ricas em fibras. A fibra é conhecida por reduzir o colesterol. As sementes também são ricas fontes de niacina (vitamina B3). A niacina tem sido usada para diminuir os níveis de colesterol durante muitos anos.

 

 

   Para Baixar a Pressão Arterial: Um pesquisador israelita descobriu que as sementes de Tomate provocam uma queda significativa na pressão arterial. A pesquisa foi espalhada ao longo de oito semanas, onde os indivíduos ingeriram tomates com sementes diariamente. Notou-se que os seus níveis de pressão arterial caiu. As sementes de Tomate e a própria carne contém um antioxidante chamado licopeno.

 

 

   Para Prevenir Coágulos Sanguíneos: Junto com a vitamina C, licopeno e niacina, a carne do Tomate contém muitos benefícios à saúde. No entanto, as sementes estão rodeados por uma camada de muco. A camada foi chamada de “fruitlow” pelos pesquisadores. O fruitlow e o licopeno ajudam a desbloquear e prevenir os coágulos sanguíneos. A coagulação do sangue é uma das principais razões para doenças cardíacas hoje em dia. As sementes de Tomate ajudam a prevenir coágulos sanguíneos.

 

 

  Como Anti-Inflamatório: A produção de radicais livres pode ativar os compostos inflamatórios. Os compostos inflamatórias promovem doenças crônicas, como a aterosclerose, a osteoporose, a doença de Alzheimer e doença cardiovascular. O licopeno e betacaroteno nas sementes de Tomate ajudam a erradicar os radicais livres. Este, por sua vez, ajuda a prender a inflamação. As sementes de Tomate são, portanto, um agente anti-inflamatório eficaz.

   Para Impedir a Acidez: O corpo humano é concebido para manter um pH de 7,365. No entanto, a nossa dieta, os padrões alimentares irregulares, e a pratica de nenhum exercício garantem que o corpo tenha uma concentração mais elevada de ácido. Isso pode causar acidose, congestão e refluxo. Geralmente, o equilíbrio do pH pode ser mantido através da inclusão de cálcio, de potássio, de magnésio e de sódio. A carne e as sementes de Tomate contêm uma quantidades elevadas destas bases essenciais. As sementes nos ajudam a manter o equilíbrio do pH requerido e, assim, evitar a acidose.

 

   Para Impulsionar a Imunidade: As sementes de Tomate e a carne foram consideradas agentes reforçadora de imunidade. Eles ajudam a evitar o resfriado comum e a gripe, especialmente nos homens. A deficiência de carotenoides foi identificado como o principal culpado por estas doenças que ocorrerem vulgarmente. As baixas quantidades de licopeno e betacaroteno também têm sido responsabilizada. As sementes de Tomate são excelentes fontes de antioxidantes licopeno e betacaroteno.

 

 

   Para os Olhos: Os tomates e suas sementes contêm quantidades elevadas de vitamina A. A vitamina A tem sido frequentemente associado com excelente uma visão. Uma deficiência desta vitamina provoca a cegueira noturna. As sementes de tomate ajudam a melhorar a acuidade visual.

Tipos de Tomates. Como consumir?

 

 Tomates redondos: São melhor utilizados em molhos e saladas.

 

 Tomates alongados: São indicados para grelhados e gratinados.

 

 Tomates mini (tomate cereja, por exemplo): Funcionam bem como entradas, acompanhamento de queijos, frutas ou em saladas com legumes.

 

Principais variedades de Tomates :

 

 Tomate caqui: ideal para saladas, pizzas e vinagretes, formato redondo;

 

 Tomate carmem: ideal para saldas e com recheio, feito ao forno;

 

 Tomate débora: ideal para molhos e como tomate seco; 

 Tomate holandês: ideal para saladas, pratos preparados ao forno e molhos;

Santa Cruz : tradicional na culinária, utilizado em saladas e molhos e de formato oblongo;

► Saladete : utilizado em saladas, de formato redondo;

► Italiano : utilizado principalmente para molhos, podendo ainda fazer parte de saladas. Seu formato é oblongo, tipicamente alongado;

► Cereja : utilizado como aperitivo, ou ainda em saladas. É um “minitomate”, com tamanho pequeno, redondo ou oblongo.

 
 
 
 
 

Conheça os diferentes tipos de Tomate

 

 Os tomates podem ser divididos em diversos grupos, de acordo com seu formato e sua finalidade de uso.

 

 Além de diferirem em seu formato, os tomates também podem ter variações em sua coloração. Apesar de ser bem mais comum encontra-lo na coloração vermelha, atualmente, novos tipos de tomate podem ser encontrados na cor rosada, amarela e laranja. Os dois últimos são mais difíceis de serem encontrados no Brasil.