Cultivando

 A romã, Punica granatum, pode ser plantada e propagada por estaquia ou sementes.

 

 A romãzeira é um arbusto ereto, vertical, que varia entre 2 a 5 metros. Prefere o clima ameno, mas se adapta a outros climas.

 

 

 Como plantar romã?

 

 As sementes de romã germinam facilmente, se não deixar o substrato secar. Germinam mesmo se não cobertas com a terra. Plantar romã não tem mistério.

 

 Recentemente, eu fiz um teste com as sementes que peguei de uma mesma romã.

 

 Os resultados final terei em alguns meses, mas, por enquanto, eu obtive melhores resultados plantando as sementes cobertas pelo substrato.

 

 Plantei-as há quase um mês, mais da metade que cobri com terra já nasceu, outras ainda estão germinando.

 

 As que deixei em cima da terra, descobertas, estão demorando mais, poucas já nasceram.

 

 Para plantar a romã coloque sob o sol indireto, ou seja, apenas claridade, para não correr o risco de secar demais a terra e não germinar. Já cometi esse erro, apenas 4 sementes germinaram e muito lentamente.

 

 Para plantar romã, é melhor plantar primeiro em um vaso ou recipiente separado, como em uma sementeira. Quando ela já estiver com 20cm transplante para um vaso maior.

 

 Para transplantar a romã para o lugar definitivo no solo, ela já deve possuir um bom tamanho, quando estiver mais resistente.

 

 Para cuidar da romã, já adulta, ela vai precisar de sol direto e constante, no mínimo 4 horas diárias.

 

 A época ideal para plantar romã é no início da primavera, começo de setembro, por ser uma época chuvosa.

 

 Isso não quer dizer, que é impossível plantar romãs em outros meses, só terá que ter cuidado para manter o plantio úmido.

 

 Plantar romã em vasos

 

 A romãzeira gosta de terra rica em matéria orgânica, caso você queira plantar romã em vaso, precisará adubar frequentemente.

 

 Tanto a cova no chão, quando a medida do vaso, devem ser de aproximadamente 60 cm x 40 cm.

 

 Caso for plantar a romã em vaso, deve-se fazer a drenagem de água, colocando argila expandida (encontrada em Garden centers) ou pedras no fundo do vaso.

 

 A drenagem evita que a água fique presa no vaso e apodreça as raízes, por exemplo.

 

 Adubos para plantar romã

 

 A adubação para plantar romã não pode ocorrer durante a floração, é preferível que se adube em outono, dando preferência ao fósforo.

 

 Os adubos químicos para plantar romã são esterco curtido, farinha de ossos e o superfosfato simples. Para adubos NPK (Nitrogênio, Fosfóro e Potácio), segue a proporção 04-14-08.

 

 Particularmente, não gosto de usar adubos químicos. Prefiro usar húmus de minhoca e compostagem, por exemplo. 

 

   Preocupe-se com os adubos da romãzeira alguns meses depois dela germinar. Quando ela tiver maior, você terá maior atenção e cuidado com a romã, por ela já estar grande emais resistente.

Romã
Punica granatum

Romã

Punica granatum

A Romã

  A romã, cujo nome científico é Punica granatum, pertence à família das punicáceas.

 

  Nativa e domesticada no Irã (antiga Pérsia) por volta de 2000 A.C., esta fruta foi levada pelos fenícios para o Mediterrâneo de onde se difundiu para as Américas, chegando ao Brasil pelas mãos dos portugueses.

 Na época das guerras Púnicas, os romanos trouxeram a fruta dos territórios de Cartago e chamaram-na Malum punicum. Portanto, julgaram-na erroneamente como sendo originária do norte da África.

 

  As propriedades medicinais da romã são conhecidas desde a Antiguidade, sendo descritas no Papiro de Ebers1.

 

 A literatura descreve a romã principalmente como um potente tenífugo, sendo suas propriedades anti-helmínticas assinaladas há séculos por Dioscorides e outros naturalistas da Antiguidade.

  O chá feito com as folhas de romã é usado na medicina contra irritação nos olhos, e o chá produzido com as cascas dos frutos, para tratamento, na forma de gargarejo, de infecções de garganta. Esse mesmo chá é utilizado no combate às helmintoses.

  Em diarreias e desinterias crônicas, o chá das cascas da raiz da romãzeira é freqüentemente usado em combinação com tintura de ópio2.

 A Romã é uma fruta vermelha e suculenta, que pode ser comida cru ou usada em várias pratos. Ela contêm uma grande quantidade de nutrientes e é conhecida como uma fruta milagrosa. Este fruto é utilizado em uma variedade de bebidas, sobremesas, cozimento e sucos. Além disso, a Romã é uma rica fonte de antioxidantes e outros compostos extremamente saudáveis para a saúde. 

 Benefícios Nutricionais: A romã é uma fruta muito saudável. Ela fornece apenas 80 calorias por 100 gramas do seu consumo. Ela tem uma grande quantidade de nutrientes, ta como a vitamina C e os minerais, como potássio e ferro. Além disso, ela também é uma excelente fonte de antioxidantes e fenóis como os flavonóides e elagitaninos.

 

                             

  Prevenção de Doenças Cardíacas: A Romã é rica em antioxidantes, os antioxidantes reduzem o processo de oxidação pelo radicais livres. Eles ajudam na resistência à formação de colesterol mau (LDL) no corpo. Ele ajuda na redução dos entupimento nas artérias, além de impedir o colesterol ruim de se acumulado nelas. Além disso, o Ácido oleanólico presente na Romã ajuda na redução de triglicéridos no sangue.

 

 

 Na Prevenção do Câncer: A Romã é rica em antioxidantes e flavonóides, este composto ajudam a inibir a produção de células cancerosas no corpo. Estudo realizados mostraram que a Romã é útil contra o câncer de mama, próstata e de pulmão. Basicamente a Romã tem um elevado nível de ácido punícico que reduz o crescimento de células cancerosas da próstata e do cólon.

 

 

  Para a Pele: A Romã é uma fruta que tem efeito anti-envelhecimento natural, pois, ela ajuda na redução das rugas. Além disso, o Óleo da romã ajuda na formação de uma camada protetora contra poeira e poluição. O Suco de Romã ajuda na desintoxicação, acrescentando assim brilho à pele.

 Reduz a Asma: A Romã é uma fonte de vitamina C e ácido ascórbico, eles agem como um agente anti-inflamatório. Eles ajudam na redução do bloqueio dos órgãos respiratórios. o Suco de Romã pode ser tomado durante a febre.

 

 

  Perda de Peso: A Romã deve ser consumido por pessoas obesos ou que estejam acima do peso desejado. Pois, a Romã evita a absorção de gorduras e de triglicéridos no corpo. Ela também ajuda na prevenção de hiperlipidemia e lipase pancreática, diminuindo assim o consumo de energia.

 

 

  Para Diabetes: A Romã tem uma grande quantidade de antioxidantes que ajudam na redução e a equilibrar o nível de açúcar no organismo. As sementes da romã ajudam a retardar a absorção de açúcar. Alem disso, As sementes têm um baixo índice glicêmico.

 

 Romã é um agente anti-inflamatório: O Suco de Romã ajuda na redução da inflamação no corpo. Como se trata de uma fonte de polifenóis, que evitam a produção de citocinas pró-inflamatórias e histamina. Pois, o Extrato de romã ajuda a inibir as células inflamatórias, como basófilos e mastócitos.

 

 

  Para Osteoartrose: A Romã ajuda a reduzir as doenças de muitas formas, incluindo aterosclerose e osteoartrite. Os danos que são causados devido ao espessamento e endurecimento da parede arterial e nas cartilagens e articulações podem ser curadas pela sua ingestão. Além disso, as Romãs são capazes de impedir a criação de enzimas que são responsáveis pela quebra do tecido conjuntivo no interior do corpo.

 

 

  Para a Anemia:  A Romã Ajuda a manter um o fluxo sanguíneo saudável.

 

 

 Benefícios da Romã Para o Estômago: A casca da Romã, e folhas são usadas para doenças do estômago ou diarreia causada por qualquer tipo de problemas digestivos. Beber o chá feito das folhas desta fruta também ajuda aliviar os problemas digestivos. O Suco de Romã também é usado para o tratamento de problemas como disenteria e cólera.

 

 

  Para os Dentes: Uma das melhores vantagens da Romã é que o seu sumo, juntamente com as suas propriedades anti-bacterianas e anti-virais, ajudam a reduzir os efeitos da placa bacteriana e protege contra várias doenças orais.

Outros Benefícios da Romã para Saúde:

 

 

  A Romã ajuda na redução de doenças, tais como a doença de Alzheimer, uma vez que é uma fonte de antioxidantes.

  Uma grande fonte de ferro, a romã ajuda a aumentar o nível de hemoglobina no sangue. Isso também evita tonturas, fraqueza e sintomas de anemia.

  Os benefícios da Romã Para saúde, inclui o aumento de oxigênio no coração.

 

 ► Ela ajuda na prevenção de cegueira noturna. Devida a presença de rodopsina que é benéfica para a saúde dos olhos.

  A Romã tem efeitos anti-bacterianos.