Características

Cultivando

 O quiabo (Abelmoschus esculentus L. Moench) é uma planta arbustiva, podendo chegar aos 3 metros de altura, com folhas pilosas, frutos alongados e fibrosos, também pilosos, variando entre as cores verde, violeta e vermelha, com sementes brancas.

 

 A provável origem do quiabo nos leva à África, mais precisamente à Etiópia, pois o quiabeiro adapta-se muito bem a regiões de altas temperaturas.

 

 No Brasil, o cultivo de quiabo adaptou-se bem ao clima tropical e ao calor, sendo usado nos mais variados pratos, entre eles o prato típico nordestino, conhecido como Caruru, elaborado com quiabo e camarão seco.

 

 Principais características da planta:

 

Variedades: Campinas, Santa Cruz, Amarelinho, Chifre-de-Viado, Alecrim, Veludo Verde e Veludo Branco;

Altura: de 2,0 a 3,0 metros;

Folhas: verdes e pilosas;

Flores: branco-amareladas, com centro vermelho-escuro;

Frutos: em forma de cápsulas, alongados e estreitos;

Coloração dos frutos: verde, violeta e vermelha;

Clima: tropical;

Temperatura: ultrapassando os 20ºC;

pH do solo: de 6,0 a 6,5;

Tipo de solo: leve, rico em matéria orgânica e boa drenagem;

Plantio: Primavera-Verão;

Rotação de culturas: com milho, batata e feijão;

Irrigação: controlada, nem em excesso, nem em escassez;

Colheita: de 60 a 80 dias após o plantio.

 

 

Clima:   O quiabo é cultivado principalmente em regiões tropicais, crescendo bem apenas em temperaturas acima de 20°C. Em regiões sujeitas a temperaturas mais baixas, o quiabo pode ser cultivado em estufas.

 

 

 

Luminosidade:   A planta necessita de boa luminosidade, com pelo menos algumas horas diárias de luz solar direta.

 

Solo:  Cultive o quiabo em solo fértil, bem drenado e rico em matéria orgânica. O pH ideal do solo está entre 6,0 a 6,5.

 

Irrigação:   Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, sem que fique encharcado. Plantas adultas são tolerantes a períodos de seca.

 

Plantio:   Deixe as sementes em um recipiente com água por um dia para apressar a germinação, que ocorre então em aproximadamente uma semana. Sementes plantadas diretamente podem levar mais de três semanas para germinar.

  O plantio pode ser realizado diretamente no local definitivo ou as sementes podem ser plantadas em pequenos vasos, copos de plástico ou saquinhos, e transplantadas quando atingem de 10 a 15 cm de altura.

 

 

Tratos culturais:   Alguns horticultores realizam podas para ramificar ou para revigorar o quiabeiro. Outros horticultores não realizam nenhum tipo de poda.

  Dependendo do cultivar e das condições ambientais, o quiabeiro pode ultrapassar 2 m de altura.

 

Colheita:   A colheita dos quiabos normalmente começa entre 60 a 80 dias depois do plantio, e pode continuar por alguns meses em boas condições de cultivo.

  O quiabo deve ser colhido quando está bem desenvolvido, mas ainda tenro, com uma tonalidade brilhante, o que ocorre geralmente 6 ou 7 dias depois da polinização e início da formação do fruto. Maduro, o quiabo pode se tornar fibroso.

Quiabo
Abelmoschus esculentus

Quiabo
Abelmoschus esculentus

Confira os benefícios do Quiabo :
 

 

  Remédio natural para diabetes: O quiabo é bom para diabéticos, pois ajuda a normalizar o nível de açúcar no sangue. A fibra do quiabo ajuda a estabilizar o açúcar no sangue através do controle da taxa do açúcar absorvido à partir do trato intestinal.

 

  De acordo com um estudo de 2011 publicado no Journal of Pharmacy and Bio-allied Science, os pesquisadores confirmaram que o quiabo era uma potencial fonte alternativa para o tratamento de diabetes, pois reduziu o nível de açúcar no sangue de forma significativa em animais testados em laboratório.

 

  Aqui está o processo para usar quiabo-terapia para controle do diabetes: Deixe de molho durante a noite em um copo com água, dois pedaços de quiabo, cuja traseira e a tampa estejam cortadas. Um líquido branco pegajoso começará a sair do quiabo. Não o lave. Na parte da manhã, retire os pedaços de quiabo da água e beba o líquido.   Basta esperar por cerca de 30 minutos antes de comer ou beber qualquer outra coisa. Isto deverá ser feito numa base diária, a fim de controlar os níveis de açúcar no sangue.

  Controla o nível de colesterol: Controlar o nível de colesterol do corpo é bastante difícil, porque é difícil resistir a alimentos com alto teor de colesterol. Um dos melhores benefícios para a saúde ao comer o quiabo é o efetivo controle do alto nível de colesterol do organismo. Ele ajuda a absorver a água e excesso de colesterol, excesso de toxinas metabólicas e bile em sua mucilagem, expelindo-os através das evacuações.

 

  Em um estudo de 2011 publicado no Journal of Pharmacy & Bio-allied Sciences, os pesquisadores também sugerem que os extratos de quiabo mantém o nível de colesterol normalizado.

 

  Trata úlcera estomacal: Em um estudo de 2004, intitulado “Compostos glicosilados do quiabo inibem a adesão do Helicobacter pylori na mucosa gástrica humana”, extratos de quiabo foram utilizados para impedir o Helicobacter pylori, o germe que causa úlcera gástrica, a aderir às paredes do estômago, evitando assim o surgimento da úlcera péptica.

   Os pesquisadores constataram neste estudo, o que foi documentado no Journal of Agricultural and Food Chemistry que as propriedades anti-aderentes do quiabo ocorrem devido a uma combinação de glicoproteínas e de compostos de açúcar altamente ácidos, uma estrutura tridimensional complexa, que está totalmente desenvolvida apenas no suco fresco da fruta quiabo.

  Previne a malformação congênita de bebês: O ácido fólico, também conhecido como vitamina B-9, é especialmente importante durante a gravidez, porque ela diminui a incidência de defeitos do tubo neural em recém-nascidos. De acordo com The Nutribase Complete Book of Food Counts, 100 gramas de vagens de quiabo cru contém cerca de 88 microgramas de ácido fólico.

   O ácido fólico é um nutriente essencial presente no quiabo que melhora o desenvolvimento do cérebro do feto. E, de acordo com pesquisas, este nutriente previne deficiências mentais do feto dentro do útero da mulher grávida.

 

  O Quiabo Contém Fibras: O teor de Fibra dietética do Quiabo é conhecido por ser alto e, portanto, muitos especialistas em saúde recomendam pelo seus benefícios digestivos. As Fibras ajudam o processo de digestão no organismo, facilitando o movimento dos Intestinos.

 

  Possui Grande Quantidade de Folato: Os folatos presentes no Quiabo reduzem os defeitos do tubo neural em um recém-nascido. Portanto, é altamente recomendado para as mulheres durante o período de preconcepção ou gravidez.

 

   Possui Vitamina K: A Vitamina K é um cofator no processo de coagulação do sangue. Ele também desempenha um papel importante no fortalecimento dos ossos do nosso corpo.

 

   Contra Asma: A Asma também pode ser tratada através da inclusão do Quiabo em suas refeições. Pessoas com diagnóstico de Asma são recomendados consumir Quiabo.

   Contra a Constipação: Ao facilitar a absorção adequada de água, o Quiabo assegura uma eliminação do movimento livre pelo corpo, portanto, previne a constipação.

 

   Contra Insolação: O Quiabo ajuda a evitar insolações.

 

   Previne o Câncer do Cólon: Acredita-se que todas as doenças começam no Cólon. Adicionar o Quiabo em suas refeições garante a prevenção de Câncer de Cólon e outras doenças relacionadas, em grande medida.

 

   Para Controlar a Obesidade: Com o uso regular de Quiabo você pode evitar a obesidade, em grande medida. A obesidade não é necessariamente devido ao consumo de alimentos gordurosos e caloríficos, mas também devido à falta de nutrientes.

 

   Possui Baixo Índice Glicêmico: Se você é diabético, seu médico irá aconselhá-lo a comer alimentos com baixo índice glicêmico. O Quiabo é um dos alimentos que vêm com um baixo índice glicêmico, de acordo com as normas de saúde.

 

   Para Doenças Renais: Os problemas renais são uma ameaça se você for diagnosticado com Diabetes tipo 2. Quase metade das doenças relacionadas com os rins são causadas pela Diabetes. Se você comer Quiabo regularmente em sua dieta vai ajudar a prevenir doenças renais.

 

   Para Digestão: Devido ao seu teor de Fibra solúvel, o Quiabo ajuda a acelerar o Sistema Digestivo, melhora os níveis de Açúcar no sangue e reduz o risco de doenças cardíacas. É extremamente bom para o Sistema Digestivo.

 

   Como Fonte de Antioxidantes: Se você ingerir alimentos ricos em antioxidantes, ajuda a prevenir o Câncer, doenças cardíacas e envelhecimento prematuro. O Quiabo contém um grande número de antioxidantes, como a quercetina, catequina, epicatequina, procyanidin e rutina. Assim, não só previne e trata a Diabetes, mas uma série de outros problemas de saúde! Sem dúvida, ele é chamado de super alimento.

   Proporciona Pele Saudável: O Quiabo é uma rica fonte de Fibra dietética. Ele também mantém os problemas de digestão à distância. Uma boa digestão reflete através de uma Pele com aparência saudável.

 

   Proporciona Pele Mais Jovem: A Vitamina C encontrada no Quiabo ajuda a manter uma Pele mais jovem. Ela ajuda na reparação dos tecidos do corpo. Este, por sua vez, ajuda a manter a Pele mais jovem e também faz com que pareça mais vibrante.

 

   Impede a Pigmentação da Pele: Os nutrientes encontrados no Quiabo realmente ajudam a prevenir a pigmentação da Pele. É útil para rejuvenescer a Pele e a reparação de danos.

O poderoso Quiabo

 

  O Quiabo é um Vegetal ou um Fruto? Botanicamente falando ele é o fruto da quiabeira, embora a maioria das pessoas acreditam que ele é um vegetal ou legume.

 A provável origem do quiabo nos leva à África, mais precisamente à Etiópia, pois o quiabeiro adapta-se muito bem a regiões de altas temperaturas.

  O quiabo é amado ou odiado por muitos por causa de seu caráter pegajoso bem distinto. Mas de um ponto de vista médico, as pessoas não devem deixar de comer. O interessante é que de fato, alguns dos benefícios do quiabo vêm de sua viscosidade.

  Aparentemente comer o quiabo crocante e bem fresco diariamente é bom para pessoas que sofrem de uma variedade de problemas digestivos, incluindo doenças como a colite, úlceras e constipação devido à sua natureza viscosa.

  Pesquisas científicas sobre os benefícios de certos alimentos tem sido contínuas. O quiabo tem sido um dos alimentos que foram incluídos em uma série de estudos, com alguns resultados absolutamente incríveis.