Pepino
Cucumis sativus 

Confira os Benefícios do Pepino 

   Para Saúde do Coração: O Pepino é rico em potássio, que por si só, tem uma ação vasodilatadora. O potássio, aliado as fibras e o magnésio também presentes no Quiabo, ajudam a reduzir a pressão arterial. Uma pesquisa mostrou que consumir alimentos ricos nesses 3 tipos de nutrientes, associado é claro a uma dieta balanceada, reduziu em até 5,5 pontos a pressão sistólica e em até 3 pontos a pressão diastólica.

 

   Para Prevenção da Arteriosclerose: O Pepino é cheio de propriedades antioxidantes que ajuda a evitar a arteriosclerose. Consumir Pepino regularmente pode lhe beneficiar bastante contra esta enfermidade.

 

   Para Controlar Diabetes: O Pepino é um alimento que é bastante indicado para portadores de diabetes. O fruto possui um baixíssimo índice glicêmico, isto é, sua ingestão não provoca picos de glicose no sangue, que sobrecarregam o pâncreas. E o mais interessante, o Pepino possui um hormônio que é requisitado pelas células betas do pâncreas, para sintetizar a insulina.

 

   Para Fortalecimento dos Ossos: O Pepino é uma excelente fonte de vitamina K, um nutriente fundamental para os nossos ossos. A vitamina K aumenta a absorção de cálcio pelos ossos. Sua deficiência os torna mais frágeis, susceptíveis a fraturas. Um estudo relatou que pessoas idosas que ingerem mais vitamina K têm menores chances de sofrerem fraturas no quadril. Uma outra pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition revelou que existe uma correspondência entre uma menor densidade óssea em mulheres e os níveis reduzidos da vitamina no organismo.

   Para Perda de Peso: O Pepino é famoso por possuir pouquíssimas calorias, mas bastante nutritivo. Ou seja, o Pepino pode ser utilizado em qualquer tipo de programa de reeducação alimentar. O Pepino é inclusive uma estrela das dietas detox.

 

 Muitas vezes, a sensação de fome surge quando, na verdade, estamos precisando apenas tomar água. A desidratação provoca esta vontade de comer e, o Pepino, graças ao seu elevado teor de água, ajuda na hidratação e a reduzir a fome. As fibras do Pepino também são importantes aliadas para o processo de emagrecimento. Elas também promovem essa sensação de saciedade.

 

   Como Diurético Natural: Um dos grandes Benefícios do Pepino é a grande oferta de água que nele está presente, essa água aumenta a quantidade de urina produzida pelo corpo. A maior excreção de urina previne episódios de infecção urinária, pois assim as bactérias são eliminadas do organismo, e também evita a formação de cálculos renais. Esse é um dos Benefícios do Pepino mais buscados porque as pessoas querem diminuir o inchaço, o acúmulo de líquidos.

 

   Para Saúde da Pele: Não é nenhuma novidade que o Pepino é rico em potássio, Magnésio e silício, que são minerais bastante importantes para o nosso organismo. A principal função desses minerais é tonificar, suavizar e melhorar a aparência geral da pele.

 

   Para aliviar a Constipação: Estudos revelam que princípios ativos diuréticos contidos no Pepino ajudam a aliviar inchaços abdominais causados pela constipação. Isso se deve, ao alto teor de água e fibra contidos no Pepino que ajudam a limpar o intestino, o mantendo livre.

 

   Para Combater Úlceras Gástricas: As úlceras gástricas podem causar inchaço desagradável na área do estômago. O Pepino, no entanto, é um demulcente. Isso significa que pode acalmar a inflamação e pode aliviar as irritações do revestimento do estômago. É por isso que a medicina Unani, uma forma de medicina alternativa, usa Pepino para ajudar a aliviar e tratar úlceras gástricas.

   Para Combater o Câncer: Uma outra propriedade benéfica do Pepino bastante conhecida, é a sua capacidade para combater e prevenir o câncer. Alguns dos componentes presentes no Pepino possuem atividades anticancerígenas são cucurbitacins, fisetina, luteína e ácido cafeico.

 

 A amargura do Pepino é causada por uma classe de fitoquímicos conhecidos como cucurbitacins, que têm fortes propriedades anticancerígenas. Além disso, a fisetina flavonoide pode efetivamente reduzir a viabilidade das células de câncer de próstata.

 

   Para Uma Boa Digestão: O alto teor de água e fibras alimentares presente no Pepino, trabalham juntos para se livrar de toxinas nocivas do sistema digestivo, auxiliando na digestão. Além disso, a enzima erepsin presente no Pepino ajuda o corpo a absorver proteínas melhorando a digestão.

 

   Para Controle da Pressão Arterial: O Pepino contém uma grande quantidade de potássio, de magnésio e de fibra que os tornam muito eficaz na regulação da pressão arterial. Eles são considerados bons para tratar a pressão arterial baixa e alta. Além disso, sendo um diurético natural, O Pepino ajuda a hidratar e diminuir a pressão nas artérias.

Características

Receitas

Razões para beber água de Pepino

  Se você é incapaz de beber a quantidade água recomendada por dia, talvez devesse provar a água de pepino, pois tem muitos benefícios e é tão saudável quanto a água tradicional.

  

 O pepino contém uma grande quantidade de vitamina C, atua como um perfeito desintoxicante, não contém gorduras e quase não possui calorias, e também apresenta outras propriedades.

 

1. A água de pepino ajuda a reduzir as gorduras:

  Esta bebida natural ajudará a reduzir a gordura acumulada nas zonas mais problemáticas, como os quadris e a barriga. 

  Graças às suas propriedades depurativas e purificadoras você consegue eliminar toxinas e aquela gordura morta que costuma acumular nestas áreas. Logo você notará a diferença.

 

2. Hidrata:

 Como dissemos, se você é uma daquelas pessoas que não bebem a quantidade de água diária recomendada, o melhor será tentar a água de pepino. 

 Por ter sabor, talvez se torne uma bebida mais atrativa e com ela você também se hidratará. Uma boa solução que tem um pequeno aporte calórico. 

 Graças à água de pepino, você conseguirá oferecer ao seu corpo um aporte extra de vitaminas e minerais, tudo isso sem açúcares adicionados, como os refrescos que são comercializados hoje em dia.

 

3. Reduz a pressão arterial:

  Ter uma pressão arterial elevada pode causar problemas nos rins, no coração e também na visão. 

  A água de pepino é ideal para manter a pressão em níveis adequados. Graças ao potássio que possui ajuda a estabilizar a pressão arterial em poucos dias. 

  Consuma a água de pepino com frequência e notará os resultados.

 

4. Benéfico para a pele:

 Se você tem a pele seca, a água de pepino trará a hidratação e maciez que precisa, use Água de pepino para lavar o rosto.

 Você perceberá como a água se converterá em seu melhor creme hidratante e verá como sua pele voltará a brilhar e parecer hidratada. Além disso, graças ao silicone natural do pepino, sua pele brilhará sem impurezas.

 

5. Reduz o apetite:

 Caso você sinta muita fome, ou acredita sentir, tente beber um copo de água de pepino. Muitas vezes notamos uma sensação de vazio que associamos com a fome quando simplesmente é sede. 

 Tente beber um copo de água de pepino: talvez sirva para saciá-lo e, de qualquer maneira, o hidratará.

 

6. Ajuda os músculos:

 A água de pepino é uma grande aliada na manutenção dos músculos em bom estado. 

 O silicone que mencionamos anteriormente também é extremamente benéfico para a musculatura, por isso, nada melhor do que completar seus exercícios com um bom copo de água de pepino. 

 Se você consumir um copo desta água depois do exercício notará a diferença e seus músculos se manterão saudáveis e fortes.

 

7. Adeus às olheiras:

 O pepino será seu perfeito aliado na melhora do aspecto de seu rosto. Graças às suas propriedades anti-inflamatórias você pode eliminar tanto as olheiras como as bolsas que ás vezes se formam debaixo dos olhos.

 Sem dúvidas é um remédio caseiro de beleza impagável.

 

8. A água de pepino melhora a saúde das gengivas:

 Água de pepino para a saúde bucal

 O suco de pepino é capaz de curar e refrescar as gengivas doentes; graças aos fitoquímicos que estão contidos no vegetal. Você também terá um hálito fresco e agradável. 

Outro motivo para consumir mais água de pepino é que este pode ser o melhor elixir!

 

9. Cuida de seu cabelo e unhas:

 Água de pepino para o cabelo

 Graças ao silício e ao enxofre contido nos pepinos, você poderá apresentar cabelos e unhas mais brilhantes, fortes e saudáveis, além de acelerar o crescimento.

Como preparar Água de Pepino

 

Ingredientes

 ► 1/2 vaso de água (100 ml)

 ► 1/2 pepino

 ► O suco de um limão

 ► 3 folhas de menta

 ► Gelo

 

Modo de preparo:

 1º - Bater todos os ingredientes no liquidificador. Fácil assim! O melhor é consumir logo em seguida, para que o pepino conserve todas as suas propriedades. 

 

OU

2º - Colocar todos os ingredientes em uma garrafa,Corte o pepino em rodelas, deixe descansar por algumas horas e pronto.

O Pepino é um Fruto ou Legume?

 

 

 

   O pepino é o fruto do pepineiro (espécie Cucumis sativus, família Cucurbitáceas). Embora a maioria das espécies pertencentes ao gênero ser originária da África, o pepino se originou nas regiões montanhosas da Índia. O fruto se difundiu por todo o mundo, principalmente nas regiões de clima tropical; na América, o mesmo foi introduzido por Cristóvão Colombo.


  Os pepinos são longos frutos que apresentam uma casca verde clara, polpa de cor clara e sabor suave, além de muitas sementes, semelhante ao melão. A manipulação genética do fruto permitiu o aumento de sua produtividade. Existem cinco tipos de pepino: japonês, holandês, caipira, aodai (comum) e indústria (conserva).

 

  O Pepino é rico em nutrientes que colaboram com a saúde e bem estar, beneficiando nosso organismo. O Pepino é uma espécie de planta rasteira e trepadeira mais conhecida como pepineiro. Muito presente na mesa dos brasileiros, o Pepino combina muito com os dias de verão. É refrescante, tem sabor suave e uma textura crocante! Veremos a seguir os maiores benefícios do Pepino, para que serve exatamente e quais propriedades se destacam.

 

  Valor Nutricional do Pepino: O Pepino é um vegetal bastante pobre em calorias mas rico em água, em minerais e antioxidantes que ajudam a hidratar o corpo, manter o funcionamento do intestino garantindo assim a saúde. Além da polpa, a casca e as sementes também podem ser ingeridas e são ricas em fibras e em betacaroteno, que contribuem para a saúde dos olhos, pele e dos cabelos.

 

  O Pepino contém principalmente água junto com carboidratos e fibras alimentares. As vitaminas como a Vitamina A, vitamina B, Vitamina C e Vitamina K estão presentes em quantidades significantes no Pepino. Também podem ser encontrados os seguintes minerais no Pepino: Cálcio, Magnésio, potássio, fósforo, zinco, fluoreto e sílica.

 

Cultivando

 

  Em épocas de temperaturas altas, o pepino (Cucumis sativus) é uma das hortaliças que têm lugar certo nas mesas dos brasileiros. Composto por 95% de água, ele se destaca em diferentes receitas culinárias.

 

  O cultivo do pepineiro, do qual o pepino é o fruto, é simples e não demanda muitos cuidados. Os tratos culturais incluem irrigações, capinas e desbrotas, com corte dos brotos que forem aparecendo. Não é indicado pulverizar a planta com inseticidas, pois, como possui flores femininas ou masculinas, o pepineiro depende da polinização cruzada realizada por insetos como as abelhas, que fazem o transporte do pólen.

 

  Um pequeno espaço para o plantio – inclusive vasos com cerca de 50 centímetros de altura e 30 centímetros de diâmetro – é suficiente para o desenvolvimento da hortaliça. A produção de pepino ocorre durante todo o ano em regiões de clima subtropical e alcança bons preços no varejo.

 

SOLO: areno-argiloso, fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado

CLIMA: quente e não tolera geadas

ÁREA MÍNIMA: pode ser cultivado em vasos

COLHEITA: de 50 a 60 dias após o plantio

 

INÍCIO: O pepino tem variedades para consumo in natura – caipira, comum e japonês – com tamanhos que variam de dez a 30 centímetros de comprimento, e para conserva, que não ultrapassam dez centímetros de comprimento. Os mais cultivados por aqui são os do grupo comum, enquanto os caipiras se destacam nos plantios realizados especialmente na Região Centro-Oeste. Ambos têm produção mais comum a céu aberto.

 

AMBIENTE: Clima quente, com temperaturas entre 26 e 28 ºC, é o mais adequado para o plantio do pepineiro. Em regiões mais frias, o cultivo deve ser realizado em locais protegidos, onde seja possível monitorar a variação da temperatura. Dê preferência a solos areno-argilosos, férteis, ricos em matéria orgânica, bem drenados e que não apresentem acidez elevada.

 

PLANTIO: A céu aberto, coloque de três a quatro sementes em cada cova de 1,5 a dois centímetros de profundidade, com espaçamento de 1,5 metro, em um dos lados do sulco. Deixe uma ou duas plantas por cova ao fazer o desbaste, quando contarem com duas ou três folhas definitivas. A germinação ocorre cinco dias após o plantio e leva mais 25 dias para a floração.

 

TUTORAMENTO: O pepineiro pode ser plantado no sistema rasteiro, porém, o estaqueamento facilita os tratos culturais e a colheita, inclusive diminui riscos de ataque de doenças, deformação e má coloração. O tutoramento é feito em linhas duplas, com estacas de bambu ou de madeira com 2,2 a 2,5 metros de comprimento. Devem ficar apoiadas em um arame de 1,2 a 1,8 metro de altura do solo. À medida que a planta for se desenvolvendo, é preciso fazer amarrações.

 

CUIDADOS: O solo deve ser mantido úmido por meio de distribuição de água nos sulcos de 30 a 40 centímetros de abertura e 25 a 30 centímetros de profundidade, ou da irrigação pelo sistema de gotejamento, microaspersão ou aspersão convencional. O raleio feito com uma ferramenta cortante, faca ou tesoura também é necessário para que a planta torne-se mais vigorosa. Mantenha a cultura limpa para evitar o ataque de plantas daninhas.

 

ADUBAÇÃO: Faça a análise do solo para saber a necessidade de calagem, com uso de calcário dolomítico fino. Para uma boa produção do pepino, o terreno deve ter pH de 5,8 a 6,8. Por cova, utilize de 80 a 100 gramas de adubo químico com fórmula 4-14-8 ou 4-16-8 (NPK). Na adubação de cobertura, aplique 15 gramas por planta de nitrogênio, sob a forma de nitro-cálcio ou sulfato de amônio, após a formação dos primeiros frutos, e mais duas vezes com intervalos de 20 dias.

 

PRODUÇÃO: Ocorre de 50 a 60 dias após a semeadura e pode durar por mais de dois meses. A colheita deve ser realizada quando o pepino atingir 20 centímetros de comprimento e coloração externa verde-clara.

 

 

Por: *José Flávio Lopes é engenheiro agrônomo, pesquisador da Embrapa Hortaliças

Pepino
Cucumis sativus