Jenipapo
Genipa americana L.

Cultivando

Nome e significado:  JENIPAPO vem do Tupi guarani e quer dizer “Fruta que mancha ou de fazer tintura” isso porque os índios usam os frutos para pintar o corpo. Também recebe o nome de Jenipapo, Nhandipapo e Genipapo do cerrado.

 

Origem: Aparece nas matas de galeria dos cerrados e varias formações florestais desde a Amazônia até o sudeste do Brasil.

 

 

Características: Árvore grande, semidecidua (perde as folhas no inverno) de 10 a 35 m de altura quando na floresta, porém quando cultivada atinge 6 a 9 m de altura. A copa é cônica com galhos ascendentes em forma de V e o tronco é acinzentado esverdeado, com manchas brancas e casca lisa e sem desprendimento evidente. As folhas são simples, opostas, de cor verde brilhante, de textura cartácea (como cartolina), medindo 8 a 20 cm comprimento por 3,5 a 6,5 cm de largura com base oblanceolada (forma de lança invertida) e ápice arredondado ou apiculado (com ponta curta). As folhas estão adensadas na extremidade dos ramos e na base do pecíolo (haste ou suporte) de 1,5 a 3,2 cm de comprimento) existe estipulas (tipo de folha modificada) com apice ou ponta triangular e margem levemente denteada. As flores são inicialmente brancas, ficando amarelas, tão logo que são polinizadas, e se formam em pequenas inflorescências terminais com 2 a 15 flores tubulares com 5 pétalas com ponta revoluta ou enrolada.

 

Dicas para cultivo: Árvore de crescimento rápido, apreciando solos vermelhos e argilosos com rápida drenagem da água das chuvas e pH por volta de 5,5. Pode ser cultivada em tudo o Brasil desde o nível do mar até 1.700 m de altitude, apreciando índice de chuvas que variam de 780 a 2.300 mm anuais bem distribuídos. É resistente a geadas de até -2 grau, e a períodos de seca de até 6 meses, pode ser cultivada em sol pleno ou sombra e suporta inundações periódicas. Apesar de ser planta hermafrodita, precisa de polinização cruzada para ter boa frutificação, por isso recomendo que se plante no mínimo 2 exemplares.

 

Mudas: Sementes são discóides e planas e após despolpadas, limpas e secas conservam o poder germinativo por até 1 ano se guardadas em local escuro.

 Germinam em 30 a 60 dias se plantadas em substrato de 50% de terra vermelha, 30% de matéria orgânica e 20% de areia. Podem ser plantadas em jardineiras e quando atingirem 10 cm pode ser transplantadas para embalagens individuais. As mudas devem ser formadas na sombra e atingem 30 cm com 6 a 8 meses de vida.

 

Plantando: Recomendo que seja plantada a pleno sol num espaçamento 5 x 5 ou 6 x 6 m entre covas abertas com no mínimo 2 meses antes do plantio, estas devem ter 50 cm nas 3 dimensões e convém misturar 30% de areia saibro + 6 pás de matéria orgânica aos 30 cm de terra da superfície da cova; misturando junto + 500 g de calcário e 1 kg de cinzas de madeira. A melhor época de plantio é de outubro a dezembro, convém irrigar 10 l de água após o plantio e a cada 15 dias se não chover. Inicia a frutificação com 8 a 10 anos após o plantio.

 

Cultivando: A planta cresce rápido e não necessita de cuidados especiais, apenas as covas devem ser profundas, para que aja um bom desenvolvimento do sistema radicular. Fazer podas de formação e eliminar brotações na base do tronco e os galhos que cruzarem a copa ou estivem voltados para seu interior. Adubar com composto orgânico, pode ser 4 pás cama de frango bem curtido + 50 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 4ª ano. Distribuir os nutrientes à 5 cm de profundidade, em círculos distanciados à 50 cm do tronco.

 

Usos: Frutifica nos meses de novembro a Janeiro. Os frutos são consumidos in-natura apesar de ter gosto forte e muito utilizados para fabricação de licor e sucos nutritivos. A árvore é de belo aspecto ornamental e por produzir grande quantidade de frutos consumidos por animais, a planta não deve faltar em projetos de revegetação permanente.

Suco de Jenipapo Afrodisíaco:

Modo de Preparo:
 

Bater no liquidificador 2 jenipapos, uma colher (chá) de Tribulus terrestris, uma colher (chá) de mel, adicionar água. Ingerir o conteúdo em seguida, 1 vez por dia.

 

Vômitos da gravidez e asma:

Cozinhar o suco do jenipapo até que fique reduzido à metade. Tomar morno uma colher (sopa) a cada 2 horas.

 

Anemia

Ingerir um copo do suco do jenipapo várias vezes durante o dia. Se quiser pode adoçar com melado de cana.

 

Enterite crônica

Tomar o suco adoçado com mel, um copo várias vezes por dia.

 

Elefantíase

Suco natural da fruta, tomar 200 ml, 4 vezes durante o dia.

Conheça o Jenipapo 

   O Jenipapo é uma fruta exótica, pertence a família da rubiácea e é bastante popular pelo nome de jenipapeiro, jenipá, Jenipapo-da-América, janipaba. O Jenipapo é um vegetal originário da região das Américas e do Brasil. O Jenipapo se desenvolve do Sudeste ao Norte do Brasil. 

  O Jenipapo se desenvolve melhor no período da primavera. Ele é muito indicado para tratar complicações como, afecção, amigdalite, anemia, asma, diarreia, doença venérea, enterite, faringite, hidropisia, sífilis, úlcera, vomitório. 

Propriedades Nutricionais do Jenipapo:

 

Porção:  100g.
 

Energia: 113 calorias.
 

Carboidratos: 25,7 g.
 

Fibras:   9,4 g.
 

Proteínas: 5,2 g.
 

Gorduras: 0,3 g.

Confira os benefícios do Jenipapo :

 

 

  Para combater a Anemia: O Jenipapo apresenta 3,6 mg de Ferro a cada 100 gramas, o que o torna um grande aliado no combate à anemia, podendo tanto prevenir o problema como servindo como auxiliar no tratamento, desde que haja acompanhamento médico. Para tratamento de anemia é recomendado tomar suco de Jenipapo adoçado com melado de cana diversas vezes ao dia.

 

  Para tratar Bronquite: O Jenipapo também é muito útil para os pulmões ajudando a combater a bronquite. Essa utilidade já é bastante conhecida no Norte e Nordeste, onde se costuma preparar um xarope natural de Jenipapo para solucionar o problema de bronquite. Usa-se três Jenipapo, um Limão galego, Mel e dois litros de água na sua preparação, cozinhando-se os ingredientes (exceto o mel) durante 40 minutos, esperando esfriar e adicionando-se o Mel em seguida. Pessoas que sofrem com bronquite devem tomar uma colher de sopa do xarope de Jenipapo de duas a três vezes ao dia. Para crianças, a dose é melhor, uma colher de chá do xarope, de uma a três vezes por dia.

 

  Vale lembrar, no entanto, que apenas o uso de medicamentos caseiros e naturais não deve ser praticado. Todo e qualquer tratamento deve ser acompanhado por um médico. Assim, uma pessoa diagnosticada com bronquite deve seguir as recomendações do profissional médico, mesmo informando estar fazendo uso do xarope de Jenipapo.

 

  Para Estimular o Apetite: Enquanto algumas pessoas sofrem para perder os quilinhos em excesso, outras têm dificuldade para engordar e possuem um peso abaixo do ideal. Isso pode acontecer em decorrência de um baixo apetite. Sabendo que não comer a quantidade suficiente de alimentos saudáveis pode prejudicar o envio dos nutrientes que são necessários para o bom funcionamento do corpo, é importante tratar o problema.

 

 E um dos benefícios do Jenipapo é justamente neste sentido, o  Jenipapo oferece um estímulo ao apetite. Isso pode ser útil ainda para as pessoas que precisam seguir uma dieta hipercalórica, acompanhada de treinamentos físicos de musculação, com o objetivo de atingir o crescimento muscular, mas, que não conseguem comer tudo o que o programa alimentar prevê.

  Para a Gravidez: O Jenipapo oferece, também, benefícios para mulheres grávidas. As gestantes podem sofrer com vômitos e náuseas, o que melhora com o suco desse fruto. Se você está grávida e está tentando combater esse problema, prepare o suco do Jenipapo e cozinhe-o até reduzir pela metade. Em seguida, espere um pouquinho até amornar e tome uma colher de sopa a cada duas horas.

 

 

Digestão: A quantidade de Ferro que encontramos no Jenipapo não apresenta apenas benefícios para a anemia, uma vez que também promove e o melhora o funcionamento do sistema digestivo. Dentro das suas propriedades, é possível encontrar a ação tônica, laxante e mesmo hepática!

 

 

 

   Combater a Faringite: Os princípios ativos contidos no Jenipapo podem inibir os sintomas da faringite, eliminando a dor, irritação, e coceira da garganta causados por essa doença.

 

 

  Para Combater a Diarreia: A diarreia causa aumento do número de evacuações e modifica a consistência das fezes, que ficam mais líquidas.

 

Veja mais benefícios:

   ► O Jenipapo é rico em propriedades hepáticas, que funciona como laxante.

 

   ► O Jenipapo reduz as inflamações do sistema respiratório, portanto bastante benéfico para a asma.

   ► O Jenipapo é recomendada contra o reumatismo.

   ► O Jenipapo ajuda e melhorar a circulação sanguínea e problemas nos rins.

   ► O Jenipapo é benéfico para os problemas de fígado e do baço.

   ► O suco do Jenipapo é afrodisíaco.

   ► O Jenipapo é benéfico em caso de diarreia.

   ► Os benefícios do Jenipapo também incluem contra os problemas de faringite, sífilis úlceras e vômito.

Jenipapo
Genipa americana L.

                                            Como Consumir o Jenipapo

Xarope de jenipapo contra bronquite:

Cortar 3 jenipapos “de vez” em pedaços, adicionar um limão-galego com casca em pedaços e 2 litros de água. Deixar cozinhar por aproximadamente 40 minutos, deixar esfriar e adicionar mel. Adultos, ingerir uma colher (sopa) de 2 a 3 vezes por dia. Crianças, uma colher (chá) de 1 a 3 vezes por dia.