Jambolão ou Jamelão
Syzygium cumini

Cultivando

Como plantar jambolão (ou jamelão)

 

 As duas plantas de mesmo nome popular são árvores de crescimento moderado e fácil germinação, resistentes a solos pobres em matéria orgânica e que aguentam a falta de chuva por períodos prolongados. Mas, a plantinha nova precisa brotar em local sombreado para mais tarde, ir subindo em altura, atingir o pleno sol.

 

Jambolão-do-mato

 O jambolão-do-mato é nativo da floresta atlântica nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, ocorrendo próximo a rios e em encostas. Sua distribuição é restrita e rara, na natureza, mas é possível seu cultivo em jardins urbanos e vasos grandes (com pelo menos 20 litros de terra), desde que se tenha cuidado em não deixar faltar água.

 

 Pode ser plantada em todo o Brasil.

 

Características da planta:

Frutifica desde o nível do mar até os mil metros de altitude.

 

Prefere solos profundos, úmidos, de pH neutro, areno-argilosos de coloração avermelhada.

 

Esta planta aguenta baixas temperaturas (até -2ºC),

 

Carece de irrigação durante o primeiro ano de formação da muda e aguenta a falta de chuvas, ou regas, após o segundo ano.

 

Começa sua frutificação entre o segundo e o terceiro ano de idade.

 

Poda

 Em jardins ou em vaso é aconselhável a poda de topiária, formando a copa para que a árvore não cresça demasiado - também é importante podas frequentes de limpeza de galhos secos e, para maior conforto, corte os galhos que cresçam abaixo dos 2 metros de altura.

 

Mudas

As mudas de jambolão-do-mato devem ser feitas com sementes frescas (estas perdem, rapidamente, seu poder germinativo), em sacos individuais preenchidos com terra orgânica e úmida.

 

As sementes brotam entre os 30 e os 50 dias e, quando as mudas atingirem os 30 cm (8 meses após a germinação), poderão ser transferidas ao local definitivo - se este for ao pleno sol e a planta estiver em vaso. Lembre-se de não se esquecer das regas!

 

Já as mudas de jambolão-do-campo se desenvolvem muito bem na sombra de outras árvores.

Estudos científicos sobre o Jambolão

 O jambolão é uma planta pertencente à família Mirtaceae. É conhecido popularmente como jamelão, cereja, jalão, kambol, jambú, azeitona-do-nordeste, ameixa roxa, murta, baga de freira, guapê, jambuí, azeitona-da-terra, entre outros nomes. Sua árvore é de grande porte e muito bem adaptada às condições brasileiras, apesar de ser originária da Indonésia, China e Antilhas, é também cultivada em vários países, pois cresce muito bem em diferentes tipos de solo. A frutificação ocorre de janeiro a maio e os frutos são do tipo baga, assemelhando-se bastante às azeitonas. Sua coloração, inicialmente branca, torna-se vermelha e posteriormente preta, quando maduras. Sua semente fica envolvida por uma polpa carnosa e comestível, doce, mas adstringente, sendo agradável ao paladar.

 No Brasil, o fruto é geralmente consumido in natura, porém esta fruta pode ser processada na forma de compotas, licores, vinhos, vinagre, geléias, geleiadas, tortas, doces, entre outras. O fruto do jambolão apresenta em torno de 88% de água, 0,34% de cinzas, 0,30% de lipídeos, 0,67% proteínas, 5,91% de acidez (ácido citrico), 10,7% de carboidratos totais, 1% de açúcares redutores, 0,28% de fibra alimentar, 9,0ºBrix e pH de 3,9. O principal mineral encontrado nesta fruta é o fósforo e a vitamina em maior abundância é a vitamina C.

 No jambolão são encontradas algumas substâncias químicas denominadas fitoquímicos ou compostos secundários. Estas substâncias são produzidas naturalmente pelas plantas para se protegerem do ataque de pragas e doenças e também ajudam a suportar as condições adversas do ambiente. Muitos destes fitoquímicos atuam na prevenção e no combate de doenças crônicas como o câncer e as doenças cardiovasculares. Exemplos de fitoquímicos encontrados nas diferentes partes da planta são flavonóides como as antocianinas, a quercetina, a rutina a mirecetina com seus glicosídeos (açúcares) e os taninos hidrolisáveis. Ainda a presença do polifenol, ácido elágico, deve ser considerada por ser uma substância comprovadamente eficaz na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis. As diferentes partes do jambolão são citadas na literatura por possuir propriedades medicinais, sendo amplamente utilizadas na medicina popular.

 

 Inicialmente, a casca do caule do jambolão apresenta propriedades anti-inflamatória, anticarcinogênica e serve como medicamento para controle de diabetes. Os frutos do jambolão apresentam alta atividade antioxidante e também, ação hipoglicemiante. Especial atenção deve ser dada à presença do ácido elágico que também é encontrado em outras pequenas frutas, como o mirtilo, a amora-preta e o morango. Este composto apresenta características antioxidantes e anticarcinogênicas. Assim como as outras partes da planta do jambolão, as folhas possuem substâncias com ação antidiabética, exercendo função hipoglicemiante, mimetizando as ações da insulina, regulando os níveis glicêmicos e influenciando no metabolismo e estoque de glicogênio hepático. Os estudos com as folhas do jambolão ainda se mostram bastante contraditórios e esta discordância entre autores pode estar relacionada à influência dos fatores climáticos na síntese dos compostos bioativos encontrados. O extrato das folhas do jambolão, ainda apresenta ação antiviral, anticarcinogênica, anti-inflamatoria, antibacteriana e antialérgica.

 

 Estudos mostram que o extrato das sementes de jambolão reduz danos no tecido cerebral de ratos diabéticos, além de apresentar atividade antifúngica e antibacteriana. Os estudos realizados ao redor do mundo vêm demostrando que o consumo de frutas e hortaliças está relacionado à prevenção das doenças crônicas não transmissíveis, provavelmente, devido ao aumento no consumo de compostos antioxidantes. Nosso corpo esta exposto diariamente a diversos carcinogênicos que podem levar à ocorrência de mutações no DNA das células e posterior formação de câncer.

 

 Os compostos antioxidantes encontrados em algumas frutas e hortaliças ajudam as células do organismo a se protegerem das mutações. O jambolão apresenta uma alta atividade antioxidante, superior até mesmo ao mirtilo e à amora-preta, que são frutas bastante estudadas e mais conhecidas dos consumidores. Sua semente apresenta atividade antioxidante superior à polpa e à casca da fruta, podendo esta ser utilizada na formulação de extratos antioxidantes.

Por:  Márcia Vizzotto Pesquisadora da Embrapa Clima Temperado, e Mariana da Rosa Fetter .

Chá de jambolão

 

Ingredientes:

 

2 colheres de chá de sementes;

200 ml de água.

 

 

Modo de preparo:

 

 Coloque as sementes de jambolão em um recipiente e as amasse. Reserve. Ferva água e depois de atingida a fervura despeje-a sobre as sementes que estavam reservadas.

 

 Tampe o recipiente e deixe abafando por até 10 minutos. Consuma em seguida e não adoce.  

 

 Procure ingerir até três xícaras de chá por dia.

Jambolão ou Jamelão
Syzygium jambolanum

  O jambolão apresenta uma alta atividade antioxidante, superior até mesmo ao mirtilo e à amora-preta.

 Uma das coisas boas de se ter um jardim, no chão ou na varanda, é você poder ter até árvores, e com elas, passarinhos, abelhas e borboletas - enfim, quando a gente cuida da terra a vida se espalha à nossa volta. Vamos aprender aqui a plantar jamelão, jambolão ou jambolão-do-campo e, poder colher nossa própria fruta no pé.

 

 Jamelão é o nome de uma árvore nativa da Índia, Eugenia jambolana ou Syzygium jambolanum que se encontra em diversas regiões do Brasil mas, também é o nome de uma árvore nativa da floresta atlântica, o jambolão-do-mato, Eugenia macrosperma, cuja frutinha é um jambinho delicioso, que bate em sabor à do jamelão.

 

 São árvores que podem chegar até dez metros de altura. Possuem frutos pequenos e arroxeados quando maduros. A coloração dos frutos provoca manchas nas mãos, tecidos, calçados e pinturas de veículos, tornando a planta pouco indicada para o preenchimento de espaços públicos.

 

 O Jamelão possui uma semente única e grande, quando comparada com o tamanho do fruto, envolta por uma polpa carnosa. Apesar de sabor um pouco adstringente, é agradável ao paladar. Além disso, Ele deve ser consumido in natura, é usado na confecção de doces e tortas.

 

 Valor Nutricional do Jamelão: O Jamelão possuir uma grande quantidade de nutrientes essenciais para o organismo. tais como proteínas, Fibras, Magnésio, Manganês, Potássio, Ferro, Sódio e Cobre. , Zinco, Cálcio, Fósforo, Vitamina C, Vitamina B6 e Tiamina. Além de poderosos antioxidante devido a sua coloração roxa.

Confira os  Benefícios do Jamelão.

 

 Jamelão Preveni o Envelhecimento Precoce: As antocianinas, substâncias presentes no Jamelão por causa de sua cor roxa, combatem os radicais livres, evitando o envelhecimento precoce das células, mantendo a saúde de todo o organismo.

 

 Combate ao Câncer de leucemia: Estudos mostraram que as antocianinas presente no Jamelão, tem uma função muito importante: matar células leucêmicas! Publicada em 2006, a tese de mestrado de Daniella Dias P. Campos, da Unicamp, baseou-se na investigação dos efeitos do extrato de Jamelão, rico em antocianinas e que levou à morte cerca de 90% das células leucêmicas, em paralelo, foram testadas as aplicações em células sadias e a morte dessas não passou de 20%.

 

  Prevenção do Câncer: Estudos mostraram que o consumo do Jamelão está diretamente ligado à prevenção de doenças crônicas e não transmissíveis, possivelmente pelo aumento de consumo de compostos antioxidantes, que protegem nosso organismo dos carcinogênicos que entram em contato diariamente com nosso corpo, podendo causar a mutação de nossas células e formar, futuramente um câncer.

 

  Rico em Antioxidantes: O Jamelão apresenta uma grande atividade antioxidante, maior até que o mirtilo e a amora-preta, que são bastante estudadas, sendo a semente a parte com maior concentração antioxidante do que a casca ou a polpa, podendo ser utilizada em extratos antioxidantes.

 

 Jambolão possui varias propriedades Medicinais: O Jamelão possui propriedades adstringente, antioxidante, antifúngica, antibacteriana, antiviral, antialérgica, anti-inflamatória, diurética e controladora da glicose no sangue e na urina.

 

 

Outros Benefícios do Jamelão para a Saúde

 

  O chá de Jamelão pode ser usado para tratamento de prisão de ventre.

 ► O Jamelão pode ser usado, consequentemente, por diabéticos no controle do açúcar.

 ► O chá de Jamelão pode ser usado para gases.

 ► O Jamelão é benéfico para dores no estomago.

 

 

  

Contraindicações e efeitos colaterais

 

O consumo do chá não deve ser feito sem orientação médica. Quando usado nas doses indicadas por um profissional, não existem contraindicações. Não foram encontrados efeitos colaterais nos materiais consultados.

 

ATENÇÃO: O chá deve ser feito sempre nas medidas indicadas, pois é forte e pode causar intoxicação caso não seja feito com indicação médica e nas medidas certas.