Cultivando

Características

 

 É uma árvore que alcança até 20 m de altura, possui copa densa com formato cônico, folhas opostas, pecioladas, elípticas, grande e glabras. As flores apresentam 4 pétalas brancas de 1,5 cm de comprimento.

 Os estames brancos, em número de 300, ocupam o centro da flor e entre eles destaca-se o pistolo fino de cor verde. O fruto é uma drupa oval, com 3 a 5 cm de diâmetro amarelo-rosa ou róseo-branca ou arroxeada, muito aromático, polpa branca, esponjosa e de sabor suave. No centro há uma cavidade com 1 semente, formada por vários embriões carnosos, que se separam facilmente.

 

 

 Dicas para cultivo: Planta de crescimento rápido que aprecia qualquer tipo de solos com boa fertilidade natural e rápida drenagem da água das chuvas, é resistente a geadas leves de até -3 grau. A planta frutifica abundantemente em pleno sol, mais não deve faltar água na época da florada e granagem dos frutos. Começa a frutificar com 3 a 4 anos a depender do clima e tratos culturais. Também pode ser cultivada na meia sombra onde frutifica bastante.

 

 

 Mudas: As sementes são redondas, recalcitantes (perdem o poder germinativo se forem secadas) e germinam em 30 a 60 dias se plantadas em substrato de 50% de terra vermelha, 30% de matéria orgânica e 20% de areia. Podem ser plantadas em jardineiras e quando atingirem 10 cm podem ser transplantadas para embalagens individuais.

 

 

 Plantando: Recomendo que seja plantada a pleno sol num espaçamento 5 x 5 ou 6 x 6  m em covas abertas com no mínimo 2 meses antes do plantio, estas devem ter 50 cm nas 3 dimensões e convém misturar 30% de areia saibro + 6 pás de matéria orgânica aos 30 cm de terra da superfície da cova; misturando junto + 500 g de calcário e 1 kg de cinzas de madeira. A melhor época de plantio é outubro a novembro, convém irrigar 10 l de água após o plantio e a cada 15 dias se não chover.

 

 

 Cultivando: A planta cresce rápido e não necessita de cuidados especiais, apenas deve-se cobrir a superfície com capim cortado e eliminar qualquer erva daninha que possa sufocar a planta. Deve-se fazer podas no fim do inverno para fazer a formação da planta eliminando ramos e brotos da base e todo o excesso de ramos que nascerem voltados para o interior da copa. Adubar com 4 kg de composto orgânico feito de esterco de galinha curtido e 30 gramas de NPK 10-10-10. Distribuir os nutrientes à 5 cm superficialmente a 20 cm do caule no inicio do mês de outubro.

 

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

 

 Há várias espécies de jambo, como o jambo-vermelho, (S. malaccence L. Merr. & Perry), que também engloba o jambo-roxo-miúdo, o jambo-rosa, S. samaragense (Blume) Merr. & Perry e outras menos importantes, como o jambo-branco e jambinho e outra espécie de Sygygium, o jambolão. A mais comum é Syzygium jambos (L.) Alston ou jambeiro-amarelo, nativo do sudeste da Ásia e Malásia e atualmente encontra-se naturalizado e cultivado em muitas partes da Ásia e nas Ilhas do Pacífico. Foi introduzida pelos portugueses e espanhóis na América sendo cultivada desde a Califórnia e Flórida (EUA), América Central e do Sul. O jambo vermelho é citado como nativo da Polinésia e o jambo-rosa, do Arquipélago Malaio. No Brasil, todos os tipos de jambos citados estão disseminados em vários estados, com poucos cultivos comerciais, o que também ocorre na maioria dos países onde foram introduzidos.

 

 Existem 5 variedades de Jambo bem difundida, são elas, o branco aqui descrito, o amarelo, o rosa, o vermelho e o roxo (conhecido também como Jamelão e de tamanho pequeno).

 

 O Jambo a muito tempo é utilizado por diversos povos não só como alimento mas como remédio. Dele podemos aproveitar as flores, as folhas, as raízes e o fruto cada qual com sua receita, sua propriedade e seu uso específico.

 

 Na cultura popular é comum usarem as flores como laxativo as raízes para problemas de diabetes, pulmões e etc… suas cascas servem no preparo de pomadas que aliviam queimaduras.

 Na decocção das folhas queimadas e ai vale salientar o que já descrevi diversas vezes a respeito das ervas, que existem horas para colher uma mesma erva para cada tipo de providencia inclusive o uso da erva verde, seca ou queimada.

JAMBO

 Syzygium malaccense

Conheça um pouco mais sobre o Jambo

 

 

 

 Uma fruta asiática muito consumida como alimento e fonte de receitas culinárias, com grandes benefícios a saúde, excelente fonte de Vitaminas, minerais e fibras.

 

 Essa árvore é uma das mais floridas dos trópicos e é da mesma família da goiabeira, a pitangueira, o jamelão, a jabuticaba e o eucalipto.

 

 O seu fruto é chamado jambo, trata-se de uma drupa piriforme (em forma de pera), com casca com cor variando de vermelho a roxo, polpa consistente e branca, adocicada e levemente ácida, e uma semente de formato esférico, ou duas hemisféricas, no seu interior. As folhas são grandes, compridas e brilhantes. As flores são vermelhas e com numerosos estames.

 

 Descrição : Planta da família das Myrtaceae, também conhecida como jambo-rosa, jambo-vermelho.

 Origem: A espécie é nativa de alguma região entre o continente asiático e a Melanésia.

 

 História: Foi introduzida na África e nas Américas. No Brasil, cresce no Norte, no Nordeste e nas regiões quentes do Sudeste.

 

 Propriedades medicinais: adstringente, antibacteriana, antiviral, diurética, estomáquica.

 

 Indicações: catarro nos pulmões, diabete, diarreia, disenteria, enxaqueca, fungo, gases, herpes simples (Vírus-1 e 2 e o Vesicular Stomatitis Vírus), leucorreia, queimadura, tosse.

 

 Princípios Ativo: flavonoides e taninos

Veja os Benefícios do Jambo :

 

   O Jambo possui propriedades valiosas para saúde. Além de tudo, Apesar do nome, as maçãs rosa não estão relacionadas a rosas ou maçãs. Na verdade, o Jambo estão mais intimamente relacionadas com a goiaba e, embora existam várias espécies, a variedade mais comumente comida tem o nome científico de Syzygium Jambo. A planta é um arbusto ou uma pequena árvore que na verdade é nativa do Sudeste Asiático, mas foi espalhada por todo o mundo como uma planta ornamental.

 

 No entanto, agora é considerado uma espécie invasiva, pois pode crescer e se propagar muito rapidamente, ultrapassando a flora local. Tem dezenas de nomes, dependendo de qual país você se encontra. Por exemplo, Jambo é um nome popular para este fruto, que é muito parecido com jaamun, que é uma fruta diferente em muitas áreas da Índia.

 

 Valor Nutricional do Jambo: O Jambo é rico em vitamina C, fósforo, cálcio, ferro, proteínas, vitamina B1 e B2, além de pectina, antioxidantes, flavonoides e taninos. É possível come-la in natura ou preparar geleias e compotas. Também serve para aromatizar caldas e cremes. As propriedades do Jambo fruta não se limitam a fruta. Suas folhas contêm alto teor de iodo e ajudam a perder peso quando consumida em chás, também serve para reduzir a febre.

 

                

  Para Prevenir o Envelhecimento Precoce: Por ser rico em vitamina C, um nutriente rico em propriedades antioxidantes, o Jambo pode ser consumido para evitar o envelhecimento precoce da pele. Sendo assim, ao ingerir a fruta, você pode prevenir o aparecimento de rugas, linhas de expressão e manchas que possam surgir de forma precoce na sua pele. Isso porque, além de combater os radicais livres causadores do problema, a fruta também pode ajudar a aumentar a produção de colágeno, uma substância importante para manter a sustentação da pele e, portanto, deixá-la mais firme e jovem por muito mais tempo.

 

  Para Combater a Prisão de Ventre: O Jambo também é considerado um alimento com excelente fonte de fibras, o que significa que, ao ser consumido, ele pode contribuir para a regulação do intestino, fator ideal para quem sofre com a dolorosa prisão de ventre ou outros tipos de desarranjos intestinais.

 

  Para Fortalecer o Sistema Imunológico: Graças aos antioxidantes presentes na fruta, que possuem o papel fundamental de atuar contra os radicais livres, o Jambo, se consumido de forma regular, também pode fortalecer o nosso sistema imunológico, aumentando as defesas do corpo contra diversos tipos de doenças, entre elas, a gripe e os resfriados. Portanto, se você quer manter o seu organismo sempre sadio, a dica de muitos especialistas é a de aliar o consumo da fruta a uma vida saudável, com boa alimentação e a prática de atividades físicas.

  Combater a Retenção Líquida: Muitas mulheres reclamam da sensação de inchaço na barriga, aquela que costuma aumentar alguns números na balança, especialmente durante os ciclos menstruais. Se você passa por isso, sabe bem do que estou falando. Esse é o principal sintoma da chamada retenção líquida, que nada mais é do que a capacidade do corpo de reter água. Para acabar com o problema, uma ótima dica é incluir o Jambo na sua rotina alimentar, uma vez que a fruta possui propriedades diuréticas que podem contribuir para eliminação de líquidos através da urina e aliviando os inchaços.

 

 Rico em Fibras: Para por ser uma excelente fonte de fibras, o Jambo pode ser consumido para aumentar a sensação de saciedade no estômago, evitando a famosa fome fora de hora e, portanto, fazendo com que você consuma menos calorias durante o dia. Outro benefício é que as fibras presentes na fruta ajudam a regular o intestino, fator crucial para o emagrecimento.

 

  Tratar Dores de Cabeça: Os radicais livres presentes no organismo são alguns dos principais causadores de dores de cabeça, além de outros problemas pelo corpo. Por isso, ao ingerir o Jambo de forma regular na sua rotina, você pode contribuir para a melhora de desconfortos e dores na cabeça, uma vez que a fruta possui propriedades terapêuticas que podem combater essas substâncias e evitar os seus efeitos negativos no organismo.

 

  Combater a Tosse: Devido à presença da vitamina C e suas propriedades antioxidantes, o Jambo também pode ser o seu aliado no combate e tratamento da tosse, mais comuns em quadros clínicos de gripes ou resfriados.

 

 Tratar Diarreia: As sementes da fruta Jambo são utilizadas para a diarreia, disenteria e para liberar o catarro. Essas mesmas sementes também são utilizadas contra diabetes quando torradas. Em adição a isto, a casca é administrada em casos de asma, bronquite e rouquidão. 

 

 Benefícios do Jambo parao bloqueio ou na regulação da conversão de amido em açúcar. Este poderia ser um desenvolvimento muito importante para os diabéticos e aqueles em risco de desenvolver diabetes. Mais pesquisas estão em andamento sobre o impacto do Jambo no controle do açúcar no sangue.

  Para Saúde Digestiva: O alto teor de fibras do Jambo torna-os muito bons para regular a passagem de alimentos através do trato digestivo, aliviando a constipação e condições de saúde mais graves. Além disso, na medicina tradicional, as sementes do Jambo foram usadas para prevenir diarreia e disenteria.

 

  Para Prevenir o Câncer: Os compostos orgânicos ativos no Jambo, combinados com vitamina C e vitamina A, tornaram-se conhecidos como tratamentos efetivos de prevenção do câncer. Pesquisa precoce e textos médicos tradicionais afirmam que os cânceres de próstata e mama são reduzidos pela adição de maçãs rosa à sua dieta.

 

  Para Eliminar a Toxicidade do Figado: Durante centenas de anos, as decocções do Jambo foram usadas como uma substância diurética, o que ajuda a eliminar a toxicidade do fígado e nos rins, ao mesmo tempo que aumenta a saúde geral e a eficiência metabólica do corpo.

 

  Para Saúde do Coração: A combinação de fibras e nutrientes do Jambo mostrou efeitos significativos sobre os níveis de colesterol nos estudos de pesquisa, levando a uma menor chance de aterosclerose, prevenindo assim complicações cardiovasculares como ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais e doença cardíaca coronária.

 

 Para o Sistema Imunológico: Os componentes ativos e voláteis no Jambo foram associados a efeitos antimicrobianos e anti-fúngicos. A pesquisa mostrou que pode proteger a pele de desenvolver várias infecções e pode aumentar a força do sistema imunológico contra doenças infecciosas.

JAMBO

 Syzygium jambos