Cultivando                                                                                                                      

              

 

 Nome e significado: FRUTA DO MILAGRE, MIRACULINA OU CEREJA MIRACULOSA. Esses nomes tem origem na curiosa proteína “miraculina” que esse fruto contém, fazendo que o nosso paladar seja enganado por 30 a 60 minutos e sentido tudo doce e saboroso, mesmo que a fruta ou o alimento tenha sabor ácido e azedo.

 

 Origem: Nativa das matas de galeria dos rios da África tropical e subtropical. Foi introduzida no Brasil entre os anos de 2.006 a 2.008.

 

 OBSERVAÇOES: Ambas as espécies têm as mesmas propriedades (Proteína chamada Miraculina) que deixa tudo doce. A espécie Syzenpalum dulcificum tem crescimento mais lento, as folhas e os frutos são menores e a planta é mais lenta ao responder as praticas culturais. 

 

 Características: É um arbusto lactescente (que exsuda látex branco) com 40 cm a 1 metro de altura com diversos ramos partindo da base, formando copa pequena, globosa vindo desde o chão. O caule velho é de cor cinza pardas e com fissuras (cortada na vertical) delicadas. Os ramos novos são glabros (sem pelos) rijos, com folhas concentradas no ápice dos ramos. As folhas são simples, perenes, alternadas, de consistência cartácea (como cartolina), oblongas (mais longa que larga) e com 6 a 14 pares de nervuras secundarias. A lamina mede 2 cm a 4,5 cm de comprimento por 0,5 a 1,2 mm de largura; estando fixada ao ramo por pecíolo (haste ou suporte) de 3 a 5 mm de comprimento. As flores são ramifloras (nascem nos ramos), hermafroditas, reunidas em feixes com 2 a 5 protegidas por brácteas (tipo de folha modificada) velutinas (com cobertura semelhante a veludo). As flores medem 0,3 a 5 mm na antese e contém 5 pétalas cremes, arredondadas de 3 mm de comprimento. Os frutos são bagas suculentas de até 0,9 a 2,3 cm de comprimento por 0,5 a 1,2 cm de largura, vermelha quando madura e contendo 1 ou no máximo 2 sementes alongadas e marcadas por uma cicatriz no seu comprimento.

 

 Dicas para cultivo: É planta de crescimento lento, mais adapta-se a diversas condições climáticas. Pode ser cultivada desde o nível do mar até os 1.000 m de altitude em terrenos de consistência arenosa ou latossolos (terra vermelha ou amarelada) que tenha ótima drenagem da água das chuvas. É resistente a geadas com até - 3 graus negativos e a secas de até 5 meses sem chuva. Aprecia terrenos profundos e com pH ácido de 4,6 a 5,7. Pode ser cultivada em vasos e começa a frutificar com 1,5 a 3 anos, a depender do clima, solo e práticas culturais.

 

 

 Mudas: Suas sementes são recalcitrantes (perdem o poder germinativo rapidamente), por isso devem ser plantadas em no máximo 20 dias após colhidas. Convém plantá-las diretamente em saquinhos individuais contendo substrato feito de 40% de terra vermelha, 20% de areia e 40% de matéria orgânica. Germinam de 40 a 90 dias e as mudas atingirem 10 cm de altura em 7 a 8 meses após a germinação. É melhor formar as mudas em pleno sol com irrigação dia sim dia não, pois a planta não gosta de solo encharcados.

 

 

 Plantando: Pode ser plantada a pleno sol num espaçamento 2 ou 3 m; em covas que devem ter 50 cm de largura, profundidade e altura. Deve-se misturar com os 30 cm de solo fértil iniciais, 2 pás areia saibro + 4 ou 5 pás de esterco bem curtido, 300 g de calcário (se o solo for muito acido) e 500 g de cinza de madeira. Deixar curtir por 2 meses e fazer o plantio entre outubro a dezembro. Depois é só irrigar 10 l de água após o plantio e uma vez por mês se não chover. Para plantar no vaso (de 25 a 50 cm de altura por 20 a 40 cm de largura) deve ser usado terra vermelha (pode pegar a terra vermelha de barranco de estrada, fazendo a seguinte mistura: 3 partes de terra, 1 parte de areia saibro, 2 partes de materia orgânica bem curtida, 10 gramas de N-P-K 10-10-10 e 50 gramas de farinha de osso. Misturar tudo muito bem e depois ao preencher o vaso certifique-se de Ester estar furado e coloque no fundo uma camada de 3 a 5 cm de pedra que fará uma rápida drenagem da água de rega. Deixe o vaso em local ensolarado e irrigue 2 ou 3 vezes na semana com 1 a 2 litros de água.

 

 

 Cultivando: A planta cresce lentamente e não necessita de cuidados especiais, apenas deve-se fazer capinas periódicas para que o mato não sufoque a planta. Não é preciso fazer podas nessa espécie. Adubar com composto orgânico, pode ser 200 de matéria orgânica bem curtida + 10 gr de N-P-K 10-10-10 para vasos; para cultivo no solo utilize 1 kg de matéria orgânica bem curtida e 30 g de N-P-K 10-10-10; - distribuídos em círculos em sulcos à 3 cm de profundidade e distanciados 10 cm do caule.

 

 

 Usos: Frutifica de Dezembro a Abril. Os frutos podem ser consumidos in-natura mais os mesmos não tem um sabor especial ou marcante. Porém ao chupar 1 ou 2 frutos bem madurinhos, você pode chupar um limão bem azedo, comer uma cebola ou tomar uma limonada sem açúcar sem fazer careta. Os frutos também podem ser congelados individualmente numa forma e depois guardados em frascos no congelador e daí todo dia você usa um ou 2 frutos para adoçar seu café (não precisa de açúcar). Essa Frutinha é sem duvida ótima para diabéticos e para outras pessoas que tem uma dieta restrita. Também pode ser cultivada como ornamental.

Fruta do Milagre
SYNSEPALUM DULCIFICUM

Fruta do Milagre
SYNSEPALUM DULCIFICUM

  Ingerindo apenas um grão da Fruta do Milagre, você pode apreciar limões, tamarindos ou qualquer outro fruto sem sentir a acidez por até 2 horas.

  Imagine você consumir uma fruta de polpa ácida como um Limão, um Camu-Camu ou então um Cambuci e sentir que o sabor dessas frutas na verdade é adocicado e sem nenhuma acidez.  Mas isso seria possível?

 

  Sim, é possível.  Basta que você alguns minutos antes saboreie uma Fruta-do-Milagre.  Essa frutinha contém em sua polpa uma proteína chamada miraculina que ao entrar em contato com as papilas gustativas da língua inibe a nossa capacidade de saborear a acidez e o amargo dos alimentos. Dessa maneira as frutas ácidas e amargas tornam-se extremamente agradáveis ao paladar.  Essa fruta que ainda é novidade aqui no Brasil já é utilizada há séculos pelos africanos para adoçar seus alimentos e atualmente já é bem conhecida nos Estados Unidos e Europa onde são comercializados vários produtos confeccionados à base de sua polpa.

 A Fruta-do-Milagre (Synsepalum dulcificum) também conhecida internacionalmente como Miracle Fruit é nativa da África Ocidental e pertence à família das sapotáceas. É um arbusto de porte reduzido atingindo em média 1 metro de altura e inicia a produção de frutos com apenas 20 a 30 cm de porte. Seu crescimento é bastante lento e é multiplicado exclusivamente pelas sementes.  O conjunto das folhas, frutos e porte reduzido a tornam uma planta excepcional para cultivo em vasos podendo ser cultivada em locais a pleno sol e meia-sombra em áreas de pouco espaço onde frutificará várias vezes durante o ano. A planta inicia a produção em torno de 3 a 4 anos após a semeadura.

  Essa espécie é ainda desconhecida pela maioria dos consumidores de plantas e seu cultivo está restrito a colecionadores de frutíferas raras.

  Por ser uma planta de crescimento um tanto lento e bastante rara o custo da muda é relativamente alto em relação às espécies mais comuns.

 Curiosidade: Essa frutífera já é conhecida nos meios botânicos desde o século XVIII quando o explorador francês Chevalier des Marchais em 1725 em expedição pesquisou essa espécie e outras nativas da África Ocidental.  A frutinha lhe chamou a atenção pelo fato dos nativos a mastigarem antes de consumirem os alimentos.

Veja alguns Benefícios da Fruta do Milagre:

1. diabetes

 

 Diabetes é descrito como uma alta concentração de açúcar no sangue que pode causar complicações graves, como danos nos olhos, saúde renal, sistema cardiovascular e nervoso. A glucosidase é uma importante enzima de digestão de carboidratos que foi considerada como uma abordagem terapêutica para ajustar a hiperglicemia pós-prandial. Várias pesquisas se concentraram na busca de inibidores de glucosidase efetivos e seguros de produtos naturais para desenvolver alimentos funcionais para combater a diabetes.

 

 Foi surpreendente notar que a MFP-L apresentou uma atividade inibidora de glucosidase notavelmente maior do que a MFP-S e maior que a acarbose. Este achado especifica que a MFP-L poderia ter um efeito inibitório promissor sobre a glucosidase, mesmo superior à do medicamento anti-diabetes acarbose. Curiosamente, é coincidente que os valores de açúcar no sangue de algumas pessoas com hiperglicemia podem ser diminuídos até certo ponto, tomando chá feito a partir das folhas do milagre. 

 

2. Perda de peso

 

 Miracle Fruits tem 1 calorias cada, 0% de gordura e, portanto, é excelente ajuda natural em perda de peso. Consumir morango ou até limão em vez de um pouco de doce. Faça sobremesas caseiras bastante doces, como torta de ruibarbo, biscoito de morango, merengue de limão e também torta de limão sem fazer uso de açúcar ou mesmo de adoçantes artificiais. Omita o óleo e também tempere a sua salada com vinagre balsâmico simples para o molho extremamente saboroso. Adoce seu chá ou suco de limão ou mesmo suco de laranja com a frutinha em vez de açúcar.

 

 

3. Melhora o bem-estar

 

 Incluir frutas milagrosas dentro da sua dieta ajuda a manter um estilo de vida saudável. Você pode acompanhá-lo com chá de limão, legumes e frutas particulares, o que evitará o contrário. Consumir mais vegetais e frutas fornece minerais, vitaminas e também antioxidantes em seu corpo, ajudando assim a evitar doenças.

 

4. Mude o sabor horrível de certos medicamentos

 

 Alguns medicamentos são bastante terríveis, com sabor amargo ou azedo, modifique esse sabor com uma frutinha do milagre.

 

5. Trata o câncer

 

 Medicamentos anti-neuróticos e tratamento de radiação podem afetar os receptores da língua devido aos quais o indivíduo pode facilmente perder a capacidade de provar. Pacientes com câncer enquanto passam pelo tratamento de radiação sentem o gosto metálico e essa é a razão por trás da degeneração da saúde por causa de sua incapacidade de provar comida. A fruta milagrosa tem a capacidade de cobrir esse efeito para se livrar de qualquer tipo de gosto desconfortável.

 

6. Excelente suplemento à saúde

 

 O milagre pode ser usado como adoçante para vários itens alimentares. Assim, você pode reduzir o consumo de calorias ao consumir essa fruta em particular.

 

 

7. Quimioterapia

 

 As bagas Miracle são fornecidas aos sofredores que passam por tratamento de radiação, um efeito colateral dos quais são os gostos amargos e metálicos dentro da boca. As bagas alteram esses tipos de gostos para o gosto doce, incentivando os pacientes a consumir mais e obter nutrição essencial. Os pacientes diabéticos que realmente desejam sabor doce também usam. É útil para jovens com problemas diabéticos, pois a falta de gosto doce realmente afeta.

 

8. Potencializador eficaz dos alimentos

 

 Milagre melhora o sabor de inúmeros vegetais e frutas, como morangos, frutas de uva, abacaxi, brócolis, alface, uvas, limão e também limão. A fruta também pode fazer com que esses alimentos sejam bons para aqueles que evitam levá-los. Este fruto nunca irá mascarar a essência de qualquer alimento, mas melhora o gosto. Alimentos saborosos e picantes são bastante doces, no entanto, eles ainda precisam da sensação quente.

Fruta do milagre cultivada em vaso

Efeitos colaterais

 

 O Miracle Berry, Synsepalum dulcificum, é realmente uma fruta que contém uma propriedade visivelmente incomum: assim que a polpa das bagas vermelhas cobre a língua de um indivíduo, todas as coisas que depois comem parecem doce. O processo através do qual isso acontece é extremamente distintivo, mas geralmente é considerado seguro, com apenas efeitos negativos mínimos.

 

1. Mecanismo de ação

 

 O principal efeito colateral das bagas milagrosas é definitivamente a principal razão pela qual os indivíduos se desviam do seu caminho para consumi-los, é o sabor doce que dura por muitas horas (dependendo da quantidade consumida). O componente ativo dentro do Miracle Berry, a miraculina, é realmente uma proteína que geralmente adere nas papilas gustativas dentro da boca, modificando momentaneamente sua função. Não altera as qualidades dos alimentos, mas afeta a maneira como o paladar responde a esses alimentos. Os pesquisadores não conhecem especificamente a ciência por trás disso, no entanto, eles sabem com certeza que o efeito da miraculina altera a reação natural do corpo para enviar sinais para o cérebro mostrando sempre que um alimento é amargo e, em vez disso, envia sinais mostrando que é bastante doce.

 

2. Muito de uma coisa só:

 

 Uma vez que a baga leva a tudo para sabor muito mais doce do que o habitual, um efeito colateral potencial é sempre que os indivíduos poderiam desfrutar de alimentos extremamente cítricos em quantidades maiores que o normal, o que poderia ser prejudicial para o seu sistema. Por exemplo, uma vez que o vinagre prova bastante doce depois de consumir a baga, consumir uma xícara de vinagre certamente não seria apropriado.