Cambucá

Plinia edulis

Cambucá uma fruta deliciosa da mata Atlântica

  Árvore de grande porte, nativa da Mata Atlântica,  cambucá ou cambucazeiro (Plinia edulis), atualmente é classificada como espécie vulnerável na lista vermelha do Centro Nacional de Conservação da Flora, ou seja, corre risco de extinção elevado.

  O Cambucá é uma das frutas mais saborosas do Brasil e do Mundo e, por ser uma raridade da Mata Atlântica, sua espécie está limitada a alguns pomares, jardins botânicos, chácaras e quintais particulares.

 

  O sabor do cambucá costuma ser comparado ao da jabuticaba, O fruto brota diretamente no caule, assim como as Jabuticabas mas o fruto é maior e de cor amarelo-alaranjada por fora quando maduro e seu formato é arredondado e levemente achatado nos pólos.

  O cambucá e a jabuticaba pertencem à mesma família (myrtaceae), e suas flores e frutos crescem no tronco e nos ramos das árvores.

  O nome de origem indígena - Cambucá - significa “fruto de mamar”, devido ao fato de ser necessário sugar a poupa para apreciar o conteúdo.

  As folhas e sementes de Cambucá estão sendo estudadas por pesquisadores devidos aos benefícios que possuem quando usados em infusão. Por isso, vamos aprender mais sobre o que é Cambucá, quais os benefícios e como podemos plantar para, quem sabe, ajudar esse patrimônio a sair da estatística de extinção.

Cambucá
Foto enviada por usuário: Guilherme Delazeri

Confira os benefícios do Cambucá para a Saúde !

Valor Nutricional do Cambucá:

  O Cambucá tem apenas 66 calorias em 100 gramas, baixa toxidade, tem poder antioxidante combatendo os radicais livres e promove contra o envelhecimento precoce.

 

  Os benefícios do Cambucá são devidos aos carboidratos, proteínas, lipídeos, cálcio, fósforo e ferro encontrados nessa fruta de apenas 5 cm.

 Então, confira agora os Benefícios do Cambucá para Saúde:

1. Promove a Saúde do Coração:

  O magnésio presente no Cambucá é essencial para manter a regularidade dos batimentos cardíacos. Esse é, entre os benefícios do magnésio, provavelmente o mais essencial, pois sem o mesmo o coração sofre pela falta de ritmo, o que pode ter sérias consequências.

 

2. Aumenta a Massa Muscular:

  Qualquer pessoa interessada em aumentar a massa muscular precisa consumir proteínas de qualidade para melhorar as lojas de glicogênio. Por ser rico em fibras o Cambucá faz com que os músculos pareçam mais completos, e também facilitam o aumento da força que acompanham os músculos maiores.

 

3. Promove Saciedade:

  Com base em suas ações de serotonina, bem como enzimas gástricas, alimentos com carboidratos são susceptíveis de fazer você se sentir satisfeito após o consumo. Combine o Cambucá que é rico em carboidratos com outros macronutrientes para obter melhores resultados.

 

4. Melhora a Digestão:

  Já que o magnésio presente no Cambucá atua como mediador em muitos processos digestivos, ajuda a evitar problemas como indigestão, dores abdominais, vômitos, gases e constipação. Esse é um dos mais conhecidos benefícios do magnésio, que é amplamente utilizado em virtude de suas propriedades laxantes.

Cambucá
Foto enviada por usuário: Guilherme Delazeri

5. Equilibra os Hormônios:

 

  Os hormônios também são substâncias no organismo formados por proteínas, e por isso para ter um bom equilíbrio hormonal é necessário consumir adequadamente este nutriente. Combater problemas como Síndrome dos Ovários Policísticos, estresse ou ansiedade, uma alimentação equilibrada é essencial para melhorar os sintomas e tratar as doenças.

 

6. Benefícios do Cambucá em Dietas de Emagrecimento:

  As proteínas presentes no Cambucá também favorecem o emagrecimento, sendo a base de muitas dietas de proteínas como a Dieta Atkins e a Dieta Dukan.

 

7. Previne a Coagulação Sanguínea:

  O processo de coagulação é uma verdadeira batalha no nosso organismo, aliado a outras proteínas o cálcio presente no Cambucá tem um papel fundamental no processo de coagulação sanguínea.

 

8. Melhora a Digestão:

  O fósforo contido no Cambucá desempenha um importante papel no processo de facilitação da digestão efetiva no corpo humano. Isso ocorre pela estimulação da digestão da riboflavina e niacina de forma eficiente. Essas duas variedades da Vitamina B são responsáveis por tudo, desde a energia metabólica ao sistema de respostas emocionais e neurológicas.

 

Além disso, o fósforo presente no Cambucá age diretamente na indigestão, constipação, diarreia e pode regular o sistema digestivo para otimizar a saúde e movimento intestinal. Isso melhora a saúde desse mesmo sistema, assim como também a dos rins, já que as toxinas são corretamente eliminadas do corpo, ao invés de reabsorvida pelos rins, fazendo com que esses órgãos fiquem sob estresse.

 

9. Benefícios do Cambucá Contra a Anemia:

  O ferro presente no Cambucá é um elemento vital para a saúde dos músculos. Ele está presente em tecidos musculares e ajuda a prover o suprimento de oxigênio necessário para a contração dos órgãos. Sem o ferro, os músculos perderiam sua cor e elasticidade, dito isso, a fraqueza muscular é um dos mais óbvios sintomas da anemia.

Fruta cambucá
Foto de: Helton Josué Teodoro Muniz

10. Promove a Saúde do Cérebro:

  O cérebro é um dos órgãos que não funcionam sem glicose disponível na corrente sanguínea, quando há uma diminuição no consumo deste nutriente há uma produção exagerada de corpos cetônicos, uma vez que o organismo utiliza proteínas como fonte de energia.

 

Esses corpos cetônicos podem levar a uma intoxicação no indivíduo levado a sintomas indesejáveis como dores de cabeça, mau hálito, perda de massa muscular esquelética, insônia, alteração de humor, tremores e até desmaios. Nutrientes encontrados no Cambucá ajudam a favorecer a saúde cerebral.

 

11. Ajuda a Limpar o Organismo:

  O cálcio presente no Cambucá ativa várias enzimas responsáveis pela digestão de gorduras e metabolismo de proteínas, ele limpa o organismo deixando-o livre de células de gordura.

12. Combate a Síndrome das Pernas Inquietas:

  A deficiência de ferro é uma das causas da Síndrome das Pernas Inquietas. Baixos níveis no sangue são a maior causa da condição, dessa forma, o consumo apropriado de suplementos de ferro na medida certa pode curar essa doença (consulte um médico).

 

Isso está ligado os espasmos musculares, que podem ser um sintoma da deficiência. Por ser rica em ferro, o Cambucá ajuda a combater essa síndrome.

 

13. Benefícios do Cambucá Contra a fraqueza:

  O fósforo presente no Cambucá possui a capacidade de remover problemas menores de saúde como fraqueza muscular, entorpecência, fadiga e similares. Níveis normais de fósforo no corpo são uma ótima forma de permanecer ativo. A quantidade normal é de cerca de 1.200 mg para adultos.

14. Estimula a Excreção e Urina:

  O fósforo contido no Cambucá desempenha um importante papel na saúde renal. Isso se deve à sua capacidade de assegurar a eliminação correta de toxinas dos rins através dos processos de urina e excreção. Ao aumentar a quantidade e frequência de urina, o corpo é capaz de equilibrar seus níveis de ácido úrico, sais em excesso, água e até mesmo gordura, já que, de forma geral, 4% da composição da urina é gordura.

 

O fósforo incentiva o equilíbrio saudável de todos os fluidos e materiais que devem ser eliminados do corpo, ajudando, dessa forma, todos os sistemas a permanecerem saudáveis e livres de toxinas.

 

15. Ajuda a Eliminar Toxinas do Corpo:

  A fibra presente no Cambucá será muito benéfica para se livrar de várias toxinas do seu corpo. As toxinas contidas no seu corpo trarão vários efeitos negativos para você, mas o principal efeito ruim das toxinas está relacionado à saúde da sua pele e, portanto, quando as toxinas saírem do seu corpo por causa da fibra, seu corpo irá Tenha um fluxo sanguíneo claro que, em seguida, pode promover uma pele mais saudável.

Cambucá

Plinia edulis

Cultivando

NOME INDIGENA: CAMBUCÁ vem do tupi-guarani e significa “fruta de mamar ou chupar” porque a polpa precisa ser sugada da casca. Também recebe o nome de Cambucaba, Cambricó e Cambicá.

 

 

 

Origem: Endêmica da região da mata Atlântica litorânea dos estados da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. A planta é rara mesmo na natureza e ocorre apenas nas várzeas aluviais e encostas úmidas quase que exclusivamente no interior da mata preservada.

 

 

OBSERVAÇÕES: Veja 2 Variedades de Cambucá: Uma é o Açu de tronco creme, (leva 20 anos para frutificar) a arvore é de lento crescimento, o tronco é de coloração creme e os frutos são maiores que 6 cm de diâmetro. A outra variedade é o cambucá mirim de tronco vermelho, (Leva 11 anos para frutificar) como o nome já diz o tronco tem coloração vermelha, o fruto é menor que 5 cm de diâmetro e muito doce. Eu coletei essa espécie na beira do Rio Tieté em 2.001, hoje a planta mãe não existe mais. As fotos das 2 variedades estão acima.

 

 

 

Características: Árvore bela e frondosa que atinge 5 a 10 metros quando cultivada e até 20 metros na floresta primaria. A copa é arredondada ou cônica quando jovem, tornando mais ampla a medida que envelhece, mantendo-se sempre densa. O troco é liso com 25 a 40 cm de diâmetro e geralmente bifurca-se desde o solo, com casca descamando-se em placas finas e irregulares, exibindo a coloração creme acinzentado ou avermelhada. As folhas são simples e opostas, oblongas (mais longa que larga) e lanceolada (com forma de lança) no ápice e obtusa (arredondada) ou aguda na base, com pecíolo de 5 a 9 mm de comprimento. A lamina foliar mede de 6,5 a 12 cm de comprimento por 3,5 cm de largura. As flores nascem aglomeradas nos nós dos ramos em grupos de 3 a 8 flores, que quando abertas medem 1,2 cm de diâmetro e tem simetria radial, ou seja, em planos divididos, representados por cálice (invólucro externo) com 5 sépalas unidas e corola (invólucro interno) com 5 pétalas brancas, obovadas e livres com 0,7 mm de comprimento. O fruto é uma baga subglobosa, medindo 3 a 6 cm de diâmetro por 2 a 3 cm de altura com peso de 20 a 36 gramas. A polpa é amarela alaranjada e perfaz 50% do fruto, esta é doce e acidulada e envolve 1 ou 2 sementes roxas de 2 a 2,5 cm um pouco achatada.

 

 

 

Dicas para cultivo: Árvore de crescimento lento, mais de fácil cultivo, podendo ser plantada em todo o Brasil. A planta prefere climas chuvosos, mais é resiste a baixas temperaturas (até - 4 graus), vegeta bem em altitudes superiores a 500 m, embora frutifique no nível do mar no litoral onde o clima é quente e chuvoso. O solo deve ser profundo, úmido, neutro (5,0 a 6,5), com constituição arenosa ou argilosa (solo vermelho). É preciso plantas no mínimo 2 plantas para uma melhor produção. O Cambucá é muito exigente a água.

 

 

 

Mudas: Sementes arredondadas, grandes, roxas e recalcitrantes (perde o poder germinativo em 20 dias) e germinam em 40 a 120 dias se plantadas logo que colhidas e diretamente em saquinhos individuais contendo substrato organo argiloso. As mudas crescem lentamente, apreciam ambiente sombreado para formação e atingem 30 cm com 8 a 10 meses após a germinação. A frutificação inicia-se com 8 a 11 anos para variedade com tronco vermelho e demora 20 anos para variedade de tronco creme.

 

 

 

Plantando: Pode ser plantada a pleno sol como em bosques com arvores grandes bem espaçadas. Espaçamento 6 x 6 m. Abra covas com 50 cm nas 3 dimensões e adicione aos 30 cm de terra iniciais tirado do buraco cerca de 1 kg de calcário e 1 kg de cinzas e 7 a 8 pás de matéria orgânica, deixando tudo curtir antes do plantio. A melhor época de plantio é nos meses de novembro a dezembro. Irrigar a cada quinze dias nos primeiros 3 meses se faltar água. Caso o seu clima seja pouco chuvoso providencie uma mangueirinha com gotejamento nas épocas em que não chove e principalmente na época da florada e frutificação.

 

 

 

Cultivando: Fazer apenas podas de formação da copa e eliminar os galhos que nascerem na base do tronco ou estiverem cruzando a copa interior que precisa estar bem arejada para frutificar. É importante manter a coroa ou pé da planta com bastante folhas ou capim seco para manter a umidade. Adubar com composto orgânico, pode ser 4 pás de cama de frango + 50 gramas de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 3ª ano.

 

 

 

Usos: Frutifica nos meses de Janeiro a Março. Os frutos tem sabor que lembra o mamão papaia e a manga juntos, sendo ideais para o consumo in-natura. A árvore tem belo efeito ornamental por causa da copa densa e piramidal. As flores são apícolas e essa espécie não pode faltar em projetos de reflorestamentos permanentes, visando fornecer alimento para a fauna em geral.

cambuca
Foto enviada por usuário: Guilherme Delazeri

Fotos

flor cambucá
Arvore de cambucá
Foto de: Helton Josué Teodoro Muniz
Foto de: Helton Josué Teodoro Muniz
Foto enviada por usuário: Guilherme Delazeri