Projeto FrutiFicando com Drone

Foto ilustrativa

download.jpg

Foto ilustrativa

foto projeto.png
7.gif
4632383013.jpg

Foto ilustrativa

Atenção!  Não realizamos ligações telefônicas para pedir Doações!
 

Todas as doações são voluntárias.


O único e-mail oficial para contato é: contatofrutiferas@gmail.com

 Você pode fazer a  sua contribuição com qualquer valor diretamente na conta do responsável pelo projeto através do PIX:

Chave Pix: contatofrutiferas@gmail.com


Idealizador do Projeto: Rodrigo Chichurra

  
                                                 

 O Projeto 

 


  Que bom ter você por aqui, desde já, agradeço pela visita!
 
  O projeto tem como objetivo principal arrecadar recursos para aquisição de um drone especialmente projetado para o Reflorestamento com Seeds Balls (bolas de sementes), equipado com câmeras e dispositivo de lançamento de sementes. Um equipamento para a produção das Seeds Balls (bolas de sementes) onde nós mesmos iremos fabricar utilizando materiais reutilizáveis (quando possível), custeio de capacitação de pilotagem do drone, recursos para coleta e/ou compra de sementes e insumos, para viabilização e manutenção do projeto e do site.

Faça parte desse projeto, a cada semente lançada terá a sua participação e a cada semente vingada

terá a sua mão.

 

 


 Quem pode doar?

 


  Pessoas físicas(+18); Empresas; Entidades; Instituições, Ongs...



 Onde e com qual valor posso colaborar?

  Você pode doar através do Pix: contatofrutifera@gmail.com  ou através do site vakinha.com.br

  Você pode contribuir e incentivar o projeto com qualquer valor.
 

 Nossa meta

  Para aquisição de todos os equipamentos, insumos e recursos para a realização do projeto para o primeiro ano, estimamos a quantia de R$ 100.000,00. 

 Onde iremos Reflorestar?

 

 

  Os primeiros locais onde iremos lançar as sementes será entorno de nossa cidade sede Artur Nogueira-Sp, que faz parte da região metropolitana de Campinas-Sp., que abrange: 
Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

   Conforme nosso projeto for crescendo iremos abranger mais regiões.

 

 


 Veja os objetivos do projeto FrutiFicando com Drone:

 Semear para reflorestar e recuperar áreas degradadas e de proteção ambiental;
► Semear Melíferas para alimento e reprodução de abelhas sem ferrão, contribuindo com a polinização de várias espécies.
► Reflorestamento com árvores frutíferas e ornamentais nativas de cada região;
► Fornecer alimento, abrigo e proteção para as espécies de nossa fauna;
► Manter os Animais em seus habitats naturais;
► Contribuir para a proteção das nascentes e dos mananciais, por meio da recomposição da cobertura vegetal.
► Controlar a erosão nas margens dos cursos d´água, evitando o assoreamento dos mananciais;
► Minimizar os efeitos de enchentes;
► Contribuir com a quantidade e a qualidade das águas;
 Contribuir para a preservação da biodiversidade e do patrimônio genético da flora e da fauna;
Buscar um equilíbrio biológico duradouro, essencial a uma melhor qualidade de vida a todos. 

 

 

 

                                     Os passos para o reflorestamento são:

►  Identificação de áreas críticas de desmatamento nas microbacias;
► Identificação das áreas prioritárias a serem reflorestadas dentro da lógica de corredores biológicos;
  Motivação dos produtores para a adoção de práticas conservacionistas, visando à recuperação das áreas degradadas;
►  Conscientizar e buscar apoio de produtores rurais, fazendeiros, prefeituras, donos de terras a aderirem ao projeto sedendo áreas degradadas para o reflorestamento, como beira de rios, matas ciliares, corredor verde...

 

                                       Os benefícios do reflorestamento:

Reposição de madeira dura tropical: A madeira dura tropical está em constante déficit no Brasil, uma vez que cada vez mais sua procura aumenta e por outro lado, não há a sua reposição. O reflorestamento de espécies exóticas, como o Mogno Africano, ajuda no aumento da reserva destas madeiras, consequentemente diminuindo o déficit no mercado relacionado a sua venda.
 

Sinônimos de equilíbrio: As árvores armazenam em sua copa e troncos parte da água da chuva, fazendo com que a evapore, reiniciando o ciclo da chuva. Essa função é de suma importância para regiões internas do países que não ficam próximo ao oceano, pois sem as árvores para regular a quantidade de água, às regiões mais centrais dos continentes seriam, um verdadeiro deserto. 
 

 Aspirador de CO2: Segundo o engenheiro florestal alemão, Peter Wohlleben, “as árvores realizam fotossíntese e produzem hidrocarbonetos, que usam para o próprio crescimento, e ao longo da vida armazenam até 200 toneladas de CO2 no tronco, nos galhos e nas raízes (…). Quando ela morre, o CO2 afunda com ela na lama e forma ligações de carbono”, configurando assim um solo mais fértil.

 Ar-condicionado de madeira: Pelo fato das florestas reterem parte do calor no tronco, nos galhos e nas raízes elas causam o resfriamento do ambiente, amenizando assim o calor.

 Ar saudável e qualidade de vida: Em um experimento desenvolvido por cientistas coreanos (Jee-Yon Lee e Duk-Chul Lee) foi constatado que ao se caminhar em florestas (exceto da mata de coníferas e de matas de carvalho) melhora a pressão arterial, a capacidade pulmonar e a elasticidade das artérias, enquanto os passeios na cidade não causam nenhuma alteração. Essa alteração é devido aos fitocidas que matam os germes, melhorando assim o sistema imunológico humano.

 Berço da biodiversidade: As árvores produzem frutos que servem de alimentos para diversas espécies de animais e suas raízes funcionam como moradia para fungos que retribuem auxiliando a fixação do nitrogênio. A copa pode ser casa de mais de 257 espécies diferentes de acordo com o estudo promovido por Martin Gobner. O químico Katsuhiko Matsunga incentivou pescadores a plantar mais árvores perto de rios e riachos ao observar que as folhas que caem em rios e riachos, liberam um ácido que chega ao mar. Esse ácido estimula o crescimento de plâncton, a base da cadeia alimentar fazendo com que houvesse o aumento na produção de pescados e ostras na região.

11.png

Modelo de Equipamento para transformação de sementes em seeds Ball (bolas de sementes) 

F68W9UTJT91PYYG.jpg

Foto ilustrativa

Modelo de Drone com equipamento que lança seeds Ball (bolas de sementes) 

thumbnail.jpg

Foto ilustrativa

Drone em ação, lançando sementes.

Drone mapeando áreas a serem semeadas

maxresdefault-375x214.jpg

Foto ilustrativa

Drones-from-Flash-Forest-can-plant-trees

Foto ilustrativa

Fontes de inspiração

Você pode doar qualquer valor para o projeto através do
PIX:  contatofrutiferas@gmail.com

12.png
2.png
07.png
6.png
3.png
gramas t.png