Cultivando

 

Nome : Macaúba, Bacaiúba, mucajá, mocujá, mocajá, macaíba, macaiúva, bocaiúva, umbocaiúva, imbocaiá, bocaiúva ou bocaíba."

 

Origem e distribuição: endêmica de solos arenosos e calcários do Pantanal no Mato Grosso do Sul, em São Paulo, Tocantins e na Bolívia e norte da Argentina. 

 

Características: palmeira de caule único de 4 a 15 m de altura. Apesar de se parecer com o jerivá (Syagrus romanzoffiana) seu caule tem varias sintas de espinhos pretos com 5 a 8,5 cm de comprimento. As folhas com 150 cm a 235 cm de comprimento tem folíolos ou pinas (como pena) em grupo de 2 ou 3, toda superfície da folha é coberta de espinhos. As flores em numero de 280 a 425 nascem em cachos entre as folhas.

 

 

Dicas para cultivo: É palmeira muito resistente a baixas temperaturas (até – 6 graus), aprecia terrenos de formação arenosa ou argilosa que tenham boa drenagem. Pode ser cultivada desde o nível do mar até 800 m de altitude. A planta resiste a seca e a encharcamentos ocasionais. A planta tem crescimento lento e só frutifica a partir dos 10 anos de idade.

 

Mudas: As sementes estão dentro de um coco muito duro que só pode ser aberto com ajuda de uma boa morsa. As sementes sem casca germinam em 60 a 120 dias se semeadas em substrato arenoso e rico em matéria orgânica. As mudas crescem lentamente e atingem 30 cm com 2 anos de idade. É melhor plantar no campo nos meses de inverno para não sofrer queimadura do sol.

 

Plantando: Pode ser plantada a pleno sol como em bosques com árvores grandes e bem espaçadas. Espaçamento 5 x 5 m. Adicione a cova 1kg de calcário e 1 kg de cinzas. Irrigação a cada quinze dias nos primeiros 3 meses, depois somente se houver secas severas de 2 ou mais meses sem chuva.

 

Cultivando: Fazer capinas ou coroamento periódicos pois a planta morre facilmente se sufocada pelo mato. As folhas velhas caem naturalmente, tem espinhos e por isso a planta não deve ser cultivada próximo de casas ou ambientes onde ficam pessoas. Adubar somente a partir do terceiro ano com composto orgânico, pode ser (6 litros) composto organico bem curtido, + 100 g de calcário + 50 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 3ª ano.

 

Usos: Frutifica de outubro a dezembro. O arilo que envolve as sementes é comestível e pode ser usado para fazer suco. A amêndoa que está dentro do caroço é saborosa e muito nutritiva podendo ser usada da mesma forma que o coco e outras castanhas.

Macaúba ou Bacaiúva
Acrocomia aculeata
Tronco
Flor

Então, confira os Benefícios da Macaúba para Saúde:

 

 Para Curar o Resfriado: A Macaúba reduz a gravidade dos sintomas do frio e atua como um anti-histamínico eficaz que diminui os efeitos desagradáveis ​​do resfriado comum, incluindo inflamação, corrimento nasal e dores. Também controla a alergia que causa o resfriado. Reduz o nível de histamina e muitas vezes reduz a duração do resfriado.

 

 

  Como Antioxidante: A Macaúba é um antioxidante poderoso e eficaz que protege nosso corpo de radicais livres que causam estresse oxidativo, ou “ferrugem celular”, que pode levar a uma série de condições médicas severas, como a aterosclerose, que podem causar doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.

 

 

 Sistema Imunológico: A macaúba fortalece o sistema imunológico por ser rica em vitamina C.

 

 

 Para os Cabelos: A macaúba tem muitos benefícios para o cabelo, tanto para as raízes como para as pontas.

 

 

 Perca de Peso: Quem quer perder peso ou mantê-lo saudável deve certamente acrescentar Macaúba a sua dieta diária. Essa erva não possui colesterol e é uma rica fonte de fibras dietéticas que ajudam a controlar o seu peso e podem manter o corpo em forma e livre de doenças. Alem disso, a Macaúba ajuda a dissolver a gordura que se acumula em áreas como o fígado, vesícula biliar, sistema linfático e muito mais.

 

 

  Sistema Gastrointestinal: Parasitas intestinais são os habitantes indesejáveis ​​do sistema gastrointestinal, que podem causar desconforto e aumentar o risco de contrairmos várias doenças. A Macaúba é muito eficiente na eliminação desses parasitas, através de dois agentes antimicrobianos chamados timol e carvacrol, presentes nele.

 

 

  Saúde dos Olhos: A macaúba é rica em betacaroteno que é um nutriente essencial para a saúde dos olhos.

  Para Prevenir o Câncer: Como é uma boa fonte de fibra, a Macaúba remove os sais biliares e toxinas causadoras de câncer do cólon e outras áreas do corpo. Além disso, esse processo força o corpo a quebrar o colesterol para fazer mais sais biliares, diminuindo o colesterol elevado no caminho. A Macaúba também é antibacteriano e anti-inflamatório, e pode ser usado ​​para retardar o progresso de alguns tipos de câncer, como os de mama e próstata.

 

 

  Para a Saúde do Coração: A Macaúba é uma grande fonte de Potássio, uma substância que ajuda a controlar a frequência cardíaca e a pressão arterial. Além disso, Os Benefícios da Macaúba em sua dieta pode neutralizar o consumo elevado de sódio e outras substâncias que são perigosas para a saúde do coração.

 

 

  Para Estimular o Apetite: Se você tem um apetite fraco, a Macaúba é uma ótima opção para melhorá-lo. Estudos têm mostrado que ele pode relaxar a tensão do estômago, o que, em seguida, estimula o apetite.

 

 

  Para a Pele: O óleo da Macaúba tem a propriedade de manter a pele revitalizada através das suas propriedades energizadora e emoliente. Além disso, o óleo de Macaúba possui um eficiente filtro solar que diminui o ressecamento da pele e também possui propriedades que proporcionam elasticidade para a pele  e combate o envelhecimento.

 

 

 Benefícios da Macaúba na Alimentação: O óleo da macaúba são utilizada na alimentação, na indústria química, na fabricação de cosméticos, ceras e biodiesel.

 

 

 Para Diminuir a Pressão Arterial: A Macaúba diminui a pressão arterial e diminui a probabilidade de hipertensão, bem como problemas de saúde graves que podem acompanhar a pressão arterial elevada.

Macaúba ou Bacaiuva
Acrocomia aculeata

Macaúba uma Palmeira com muitos Benefícios

 

  "Entre os coqueiros que vegetam e que produzem abundantemente no Brasil, dando cocos geralmente apreciados e de grande valor industrial e comercial, distingui-se o que é mais vulgarmente conhecido no norte do Brasil como macaubeira e no sul, coqueiro-de-catarro. É vasta a sinonímia popular desse coco ou coqueiro: mucajá, mocujá, mocajá, macaúba, macaíba, macaúva, bacaiuva, bocaiuva, umbocaiuva, imbocaiá ou bocaíba."

 

 A Macaúba é uma palmeira nativa do Brasil, predominante do cerrado mineiro e todas as suas partes podem ser utilizadas para inúmeros fins. Seu fruto possui 2 tipos de óleos: o da polpa que é utilizado para produção de biodiesel e o da amêndoa , que é mais nobre e é prensado a frio para manter todas suas propriedades e esse é o óleo utilizado na produção dos produtos da Macaúba Brasil. O óleo da amêndoa é usado na produção de sabão, sabonete, margarina e cosméticos. O Brasil desenvolve pesquisas com a Macaúba com foco na produção de biodiesel, combustível feito a partir de óleos vegetais.

 A palmeira Macaúba é uma espécie nativa das florestas tropicais, cuja característica principal é a presença de espinhos longos e pontiagudos na região dos nós. A palmeira chega a atingir 15 metros de altura, caracteriza-se pelo estipe reto recoberto pelos restos das folhas velhas, além dos espinhos já mencionados.

 

 As folhas atingem até 1 metro de comprimento e as flores são agrupadas em cachos, pequenos e amarelos. Seu fruto é globoso, liso, e de coloração marrom-amarelada quando maduro. Tradicionalmente, no Pantanal Mato-grossense, a comunidade utiliza no âmbito doméstico suas folhas, frutos e sementes para diversos fins. Em outras regiões brasileiras, já estão sendo comercializados, de forma incipiente, produtos derivados desta palmeira.